"Estamos comprando a ideia do Adilson", fala Valdo após 1ª vitória do novo técnico no Ceará

Além do zagueiro, o volante William Oliveira também falou em coletiva nesta terça-feira (15) antes de viajar para São Paulo para enfrentar o Santos

Legenda: "Tiramos um peso. Nossa equipe tava com o psicológico abalado. A cobrança era enorme", diz Valdo após quebra de sequência negativa
Foto: Foto: Davi Cesar

O Ceará enfim conquistou uma vitória após 10 rodadas do Brasileirão. O triunfo por 1 a 0 diante do Avaí, adversário direto, neste domingo (13), tranquilizou o clima em Porangabuçu, segundo o zagueiro Valdo.

"Tiramos um peso. Nossa equipe tava com o psicológico abalado. A cobrança era enorme. Não que tenha diminuído, mas você consegue trabalhar mais tranquilo, mais leve. A gente tentava e não conseguia fazer as coisas. Tirando o peso da sequência de 10 derrotas, nosso time vai fazer um jogo diferente, mais natural", disse o defensor.

Contestado pela torcida antes e durante o jogo, o técnico Adilson Batista mudou o esquema ainda na 1ª etapa, lançando Bergson no lugar de Mateus Gonçalves, que reclamou muito ao deixar o campo. Valdo defendeu a decisão do comandante alvinegro e afirmou que a situação já está resolvida no elenco.

"Quando ele chegou, foi bem sincero com a gente. Disse que não ia esperar a equipe perder um jogo pra tirar um jogador. Se for 10, 15, 20 minutos, ele vai trocar. Nenhum jogador gosta que isso aconteça. Entendo o Mateus. Mas por conta da adrenalina do jogo, a gente acaba fazendo coisas que não deve. O importante é o que Mateus pediu desculpa, já tá tudo resolvido. Estamos comprando a ideia do Adilson. Veio pra nos ajudar. Tenho certeza que até o fim do campeonato ainda vai mostrar muita coisa", falou o atleta.

Valdo estava suspenso na última rodada e assistiu o jogo de casa, mas a ansiedade durante o confronto foi semelhante a de estar dentro de campo com a equipe.

"Tava em casa com a minha filha, que tava doente. Em frente à TV, a adrenalina tava subindo. Depois do gol, me arrepiei, comecei a suar. Me emocionei com os jogadores, o Tiago, o Bergson", revela o jogador

O próximo adversário do Vovô é o Santos, 3º colocado na tabela de classificação, com um estilo de jogo muito ofensivo, o que preocupa o zagueiro.

"O Santos tem uma maneira diferente de jogar daquilo que estamos acostumados. Joga com 3 zagueiros, uma linha ofensiva de velocidade, muito vertical. Mas vamos nos dedicar ao máximo. Se um deixar de correr, vai prejudicar todo o grupo. Temos que executar com sabedoria, ajudando o companheiro", contou Valdo.

Ex-atletas do Ceará, Everson e Felipe Jonatan devem estar no jogo. Valdo comenta que ainda mantém contato com os dois e brincou com o goleiro do Peixe.

"Feliz por revê-los. Falo com o Felipe praticamente todo dia. Ele tava na seleção e falou que vai pro jogo, pro banco, se não me engano. Mais tarde vou mandar mensagem pro Everson pra nos ajudar a sair dessa situação", disse o defensor.

Também suspenso contra o Avaí, o volante William Oliveira conta que, com o atual time do Alvinegro, as pretensões para a temporada não deveriam ser de luta pela permanência na elite nacional.

"Depois dessa vitória dá uma confiança a mais. Não desmerecendo as outras equipes, mas a nossa é muito boa e vem demonstrando isso no campo. Às vezes pecamos no último passe e não fazemos o gol. Passamos 10 jogos sem vencer e pelo time que temos aqui, isso não pode acontecer. O Ceará, com a equipe que tem, precisa brigar lá em cima", falou o meio-campista.

Legenda: William disputa posição no meio campo com Ricardinho e Fabinho
Foto: Foto: JL Rosa

Recebendo mais oportunidades com Adilson Batista, William destacou seu empenho para brigar pela posição nos 11 titulares.

"Fico feliz por saber que estou ajudando bastante o Ceará, que as pessoas gostam de mim. To dando meu melhor. Não me sinto titular mas trabalho pra ser", falou o volante.

Como falei na 1ª vez que vim pra uma coletiva: eu poderia perder na técnica, na qualidade, mas na vontade eu não perderia pra ninguém"

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte