Corinthians faz homenagens e se despede de Tite em jogo com o Botafogo

A partir desta segunda-feira (20), Adenor Leonardo Bacchi, o Tite, assume oficialmente a seleção

O treinador mais vitorioso da história do Corinthians se despede neste domingo diante de sua torcida. Simbolicamente, chega ao fim mais uma "Era Tite" no Itaquerão. A partida contra o Botafogo, às 16 horas, será marcada por uma série de homenagens a Adenor Leonardo Bacchi, 55 anos, que a partir desta segunda-feira (20) assume oficialmente a seleção.

Nos telões, vídeos relembrarão as conquistas do treinador, que estará no estádio e receberá uma placa em homenagem pelos títulos conquistados. As camisas dos jogadores terão a mensagem #ObrigadoTite.

O enredo que marca a despedida do treinador começará às 15h20, segundo o Corinthians. Mais de 25 mil ingressos haviam sido vendidos para o jogo, válido pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na terceira passagem, Tite conquistou mais um título do Campeonato Brasileiro (2015) pelo clube - ele já havia conquistado outro em 2011, além de uma Libertadores (2012), um Mundial (2012), uma Recopa (2013) e um Paulistão (2013).

A maneira como o Corinthians conquistou o título brasileiro do ano passado, com ampla vantagem sobre o segundo colocado Atlético-MG, e com números expressivos (maior número de vitórias melhor ataque e melhor defesa), levaram Tite à seleção brasileira após a demissão de Dunga.

E a "sombra" de Tite acompanhará o novo treinador do Corinthians. A pressão por resultados e as comparações com antecessor serão inevitáveis. A diretoria sonhou tirar Roger Machado do Grêmio. Ele era considerado a melhor opção. Primeiro porque ele havia sido indicado pelo próprio Tite. E segundo porque, apesar de jovem, mostrou resultados em campo comandando um clube grande, levando os gaúchos a uma Libertadores.

Com contrato até 2017, Roger Machado recusou a proposta. Outros treinadores disseram "não" por motivos diversos. O ex-lateral Sylvinho, nome que encontrava respaldo dentro do clube, afirmou que irá continuar na Europa, estudando e trabalhando com Roberto Mancini na Inter de Milão.

Interino

Neste domingo (19), o time será comandado, mais uma vez, por Fabio Carille. Com o interino no comando, o Corinthians perdeu para o Fluminense por 1 a 0 na quinta-feira. A derrota se deveu mais aos erros de finalização do time do que a ausência de Tite.

Cássio retorna ao gol como titular, uma vez que Walter se machucou e ficará um mês fora do time. Elias também é outro desfalque - ele fraturou uma costela e só volta a jogar em agosto.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?