Clubes que voltaram aos treinos tiveram 23 jogadores infectados

Ceará, Fortaleza, Atlético e Ferroviário foram as equipes do Cearense que já retomaram as atividades. Outros quatro clubes se organizam para retorno

Até agora, quatro clubes do Campeonato Cearense já retomaram os treinamentos. Por ordem, Ceará e Fortaleza, nos dias 1º e 2 de junho, respectivamente, foram os primeiros. Nos últimos dias, Atlético/CE, a partir do dia 22, e Ferroviário, na última segunda-feira (29), se reapresentaram. Somados, os quatro clubes totalizam 23 jogadores que tiveram contato com o novo coronavírus.

Em Vovô e Leão, foram 13 casos registrados entre os atletas, sendo 11 no Alvinegro de Porangabuçu e dois no Tricolor do Pici. Hoje, todos já estão recuperados e com anticorpos, participando normalmente das atividades com o restante do grupo.

Powered by RedCircle

 

Powered by RedCircle

Os dois clubes, aliás, representantes do Estado na Série A do Campeonato Brasileiro, estão realizando testagens regulares em seus jogadores e funcionários para monitoramento constante. Procedimento que também ocorreu com a Águia da Precabura e o Tubarão da Barra.

O Atlético/CE realizou, ao todo, 31 exames, sendo 19 atletas e 12 membros da comissão técnica. Somente um jogador testou positivo. Ele está assintomático e em isolamento social tendo todos os cuidados necessários.

No caso do Ferroviário, foram 45 pessoas testadas, entre jogadores, funcionários, diretores e alguns membros da comissão técnica. Nove jogadores e dois integrantes da comissão técnica, todos assintomáticos, tiveram resultados positivos e foram imediatamente isolados do restante do grupo e assim ficarão pelas próximas duas semanas.

Datas de retorno

Os outros quatro clubes do Campeonato Cearense que ainda não retomaram as atividades já têm futuro definido. O Caucaia retoma os treinamentos na próxima segunda-feira (6), data em que realizará exames em jogadores, funcionários e membros da comissão técnica.

Os outros três possuem situação diferente. O Guarany de Sobral já entrou em acordo com jogadores e funcionários e está pronto para voltar a treinar. Porém, só poderá realizar as atividades quando a cidade de Sobral sair do "lockdown".

"Estamos prontos, está tudo certo, mas esperamos o aval do prefeito. Expectativa é que possa acontecer na próxima segunda-feira (6) a liberação para, depois, voltarmos aos treinos", disse Mauro Fuzaro, presidente do Cacique do Vale.

O Barbalha, que está sob novo comando, após afastamento do ex-presidente Lúcio Barão, ainda não tem a data de reapresentação definida. Certo é que o time interiorano deverá realizar a preparação na capital cearense. O Município do Cariri, sede do clube, também entrou em "lockdown", o que também é um fator que pode fazer a equipe caririense vir treinar em Fortaleza.

O único que não tem nenhuma previsão é o Pacajus. Aliás, a previsão é exatamente que não haja treinamentos. Lanterna do Estadual, o clube disputará somente uma partida, e a tendência é que se reapresente somente às vésperas dos jogos, quando as datas forem marcadas pela Federação Cearense de Futebol (FCF).