Na raça, Ceará arranca empate com Bragantino no Castelão pela Série A

Vozão busca o empate após estar perdendo por dois a zero, conquistando ponto importante pela 27ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Legenda: Gabriel Lacerda tirou a camisa na comemoração de seu gol pelo Ceará e foi festejado pelos companheiros
Foto: LC Moreira

O Ceará foi buscar um empate com o Bragantino nos minutos finais após estar perdendo por 2 a 0 na Arena Castelão. O Alvinegro conseguiu reagir e igualou o placar já nos acréscimos do segundo tempo. O 2 a 2 não era o resultado pretendido pelo clube, mas demonstrou o poder de recuperação do elenco.

O resultado foi um prêmio pela boa atuação do time alvinegro, que criou muitas chances, mas era castigado por erros individuais de Igor e Richard, além da arbitragem, que não viu mão no 2º gol do Bragantino.

Com o resultado, o Ceará chegou a 31 pontos, se mantendo na zona intermediária da tabela. O ponto foi importante para o Vozão manter 3 pontos de vantagem para o Z4.

Vale lembrar que o Alvinegro tem dois jogos atrasados e faz um deles na quarta-feira (20), diante do Palmeiras, às 19 horas, no Castelão.

O jogo

Ceará e Bragantino fizeram um grande jogo no Castelão pela Série A do Campeonato Brasileiro. As duas equipes buscaram o gol o tempo todo e criaram muitas chances para marcar, tornando o jogo agradável de se assistir.

O Alvinegro começou melhor, dominando o adversário, mas foi o Bragantino que abriu o placar após erro de Igor. O lateral tentou sair jogando e deu a bola no pé de Helinho, que tabelou com Hurtado e fez o primeiro dos visitantes aos 11 minutos.

Foto: LC Moreira

Dois minutos depois, o Ceará teve um pênalti marcado após jogada em Erick, mas foi anulado a partir de uma revisão feita pelo VAR.

Ainda assim, o Alvinegro continuou pressionando, mesmo se expondo ao veloz time do Massa Bruta. Erick criou uma ótima chance ao finalizar, mas Cleiton fez excelente defesa aos 20 minutos.

A partir daí o jogo ficou mais equilibrado, com Cléber perdendo duas chances para o Ceará e Hurtado e Pedrinho exigindo boas defesas de Richard.

Pressão e polêmica

O Ceará começou a etapa final com Lima no lugar de Mendoza e foi para cima do Bragantino. Com menos de um minuto, Cléber exigiu defesa de Claiton.

Em cima do adversário, o Alvinegro criou mais chances, com Igor batendo pra fora com perigo e com Lima, exigindo defesaça de Cleiton na pequena área.

O Vozão jogava bem, mas foi outra vez castigado com um erro individual, agora de Richard, mas em lance que poderia ter sido anulado pelo VAR. Em contra-ataque do Bragantino, Alerrandro viu Richard adiantado, o goleiro tentou voltar e escorregou, sofrendo o segundo gol do Massa Bruta. Mas no lance, a bola bateu no braço de Alerrandro, facilitando seu domínio, sem que a arbitragem anulasse gol.

Na raça

Após a desvantagem aumentar, o Ceará manteve a pressão. Com Rick, Gabriel e Jael em campo, o dominio se intensificou e a equipe buscou o empate nos acréscimos.

Aos 45 minutos, Gabriel Santos tentou o cruzamento e Fabrício Bruno marcou contra.

O lance incendiou o jogo, já que o árbitro deu 8 minutos de acréscimos, motivando o time do Ceará.

E de tanto insistir, o Alvinegro foi premiado pela valentia e empatou aos 52 com Gabriel Lacerda, pegando a sobra de bola e contando com um desvio na zaga para empatar: 2 a 2. Festa dele, dos companheiros e da torcida alvinegra, que viu o time jogar bem, lutar até o final em busca do resultado.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte