Ceará recebe o Flamengo no Castelão de olho na recuperação

Vindo de duas derrotas seguidas, o Vovô busca a reação na Série A contra um adversário de peso hoje, na Arena Castelão. O Flamengo, atual campeão brasileiro, vem em franca ascensão da tabela rumo a liderança

Legenda: Bruno Pacheco retorna ao Vovô após cumprir suspensão automática
Foto: Thiago Gadelha

A missão de conseguir uma recuperação na Série A do Campeonato Brasileiro após duas derrotas seguidas, contra Santos, em casa, e Internacional, fora, é das mais complicadas para o Vovô, hoje, na Arena Castelão, às 18 horas, pela 10ª rodada. Afinal, o adversário será o Flamengo, atual campeão brasileiro, e que vem em franca ascensão na tabela, já ocupando a vice-liderança. Assim, o Ceará terá que mostrar muita superação e o seu melhor futebol nesta Série A para conseguir surpreender e buscar um resultado positivo, que não vem desde o Clássico-Rei.

Mesmo atuando em casa, o Ceará será franco atirador no duelo, com o favoritismo do outro lado. O Flamengo tem o melhor elenco do País. Embora tenha começado mal o certame, já vem de quatro vitórias seguidas e já surge como principal favorito ao título.

Mas, mesmo com o time carioca sendo o favorito, não quer dizer que o Alvinegro não tenha uma carga de responsabilidade para o jogo. Pelo contrário: o Vozão precisa vencer para se distanciar do Z-4, já que a diferença a zona de rebaixamento é pequena.

Uma vitória pode parecer praticamente inalcançável, mas no futebol nenhum resultado pode ser descartado. Conquistar os três pontos em casa faria o time dar outro salto na tabela, ficando entre os 10 primeiros, e claro, acumulando uma "gordura" maior por seu objetivo.

Quem não lembra do ano passado quando o Ceará recebeu o então líder invicto Palmeiras, no Castelão, e venceu por 2 a 0, com sua melhor atuação naquela Série A?

É tudo que o Ceará quer repetir hoje. Uma atuação segura, com todos os jogadores em um dia inspirado e o time funcionando taticamente.

Contra um adversário que deve ficar com a bola, o Ceará estará confortável dentro de seu plano de jogo, presente nas vitórias das fases finais da Copa do Nordeste e nos melhores momentos nesta Série A, contra Bahia e Fortaleza.

Táticas opostas

Dificilmente, o Flamengo jogará no Castelão com a proposta do Santos, que jogou fechado e dificultou muito as ações do Ceará, vencendo a partida.

O técnico Guto Ferreira armará um time que buscará organização defensiva, com um meio-campo mais compactado e ocupação de espaços para não dar o espaço que o Flamengo quer para jogar.

Como trunfo, o retorno de quatro titulares, que estarão descansados após cumprirem suspensão contra o Inter, na última quinta-feira: o lateral-direito Samuel Xavier, o lateral-esquerdo Bruno Pacheco, o zagueiro Luiz Otávio e o atacante Leandro Carvalho.

Eles entrarão em uma engrenagem de natural entrosamento, já que o time deve jogar completo. Mesmo com William Oliveira suspenso, se Fabinho for o substituto, ele já vem se revezando com o companheiro no time titular e a automação se manteria. A opção, caso Fabinho não jogue, é Ricardinho, que daria melhor saída de bola e qualidade nos passes.

O Flamengo que irá a campo contra o Ceará deve ser forte, pelo grupo que tem, mas com mudanças pelo desgaste e a proximidade da Libertadores na quarta-feira (16).

Isla, Rodrigo Caio e Felipe Luís acumulam minutagem e podem ser poupados. Um desfalque certo é o volante Gerson, que cumpre suspensão automática após receber três cartões amarelos.

Já o atacante Bruno Henrique ainda é dúvida. Ele treinou praticamente sem restrições na sexta-feira (11), mas ainda segue em trabalho de recuperação de um edema no joelho direito.

A expectativa é de que volte somente contra o Independiente del Valle, pela Libertadores, na próxima semana.

 

Série A do Brasileiro - 10ª rodada
Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
13 de Setembro - 18 horas

Ceará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago Pagnussat, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Charles e Vinícius; Fernando Sobral, Leandro Carvalho e Cléber. Técnico: Guto Ferreira

Flamengo: Gabriel Batista; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Thiago Maia e Everton Ribeiro; Arrascaeta, Gabigol e Michael. Técnico: Domènec Torrent

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA).
Transmissão: Rádio Verdes Mares, Premiere, Tempo Real do Diário do Nordeste e Tempo Real do ge.globo/ce

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte