Brasil conquista Sul-Americano de Vôlei feminino pela 14ª vez consecutiva

Ao todo, a Seleção Brasileira venceu a competição em 22 momentos

Atleta do Brasil comemora vitória no vôlei feminino
Legenda: A Seleção Brasileira feminina manteve a hegemonia do continente no vôlei
Foto: divulgação / CBV

A Seleção Brasileira feminina de vôlei manteve a hegemonia no continente ao conquistar o 22º título sul-americano, o 14º de forma consecutiva. O time comandado por José Roberto Guimarães encontrou mais dificuldades do que o esperado e perdeu da Colômbia por 3 sets a 1 neste domingo (18). No entanto, o Brasil só precisava ganhar um set para ser campeão.

O título da equipe vice-campeão olímpica garantiu vaga no Mundial que será disputado em Holanda e Polônia durante 2022. A outra classificada foi a Colômbia, que ficou em 2º no torneio continental. O top-5 foi completado por Argentina (3º), Peru (4º) e Chile (5º).

O jogo

Treinada pelo brasileiro Antonio Rizola, a Colômbia fez um vôlei de altíssimo nível e contou com uma exibição fraca das brasileiras para saírem de quadra com a vitória, muito comemorada com a torcida, que lotou o ginásio na cidade de Barrancabermeja.

As colombianas foram agressivas, bloquearam muito, se aproveitaram do excesso de erros adversário e impuseram dificuldades ao Brasil, que só tinha perdido um set até então. O time medalha de prata em Tóquio, historicamente muito refinado, pareceu muito tenso em quadra e entregou pontos para as rivais, cometendo erros em profusão nos fundamentos: 2 sets a 0.

No terceiro set o Brasil acordou a partir de grande atuação de Natália. Ela fez uma sequência de pontos no início e fim da parcial e foi decisiva para a seleção vencer o set e, consequentemente, o torneio, que foi conquistado no critério de desempate. A parcial foi suada e vencida por 26 a 24. No quarto set, porém, a embalada Colômbia voltou a jogar melhor e confirmou a vitória.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte