Amandinha comemora 6ª vez como melhor do mundo

Após o anúncio que a coroou a melhor jogadora do mundo de futsal pela 6ª vez, Amandinha postou em suas redes sociais, comemorando o feito. 

Legenda: Amandinha tornou-se o maior nome do futsal feminino mundial, sendo eleita a melhor jogadora do mundo nos anos de 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019
Foto: FOTO: Natinho Rodrigues

O reinado da cearense Amandinha segue cada vez mais absoluto no futsal. Pelo sexto ano seguido, a brasileira foi eleita a melhor jogadora do mundo na modalidade. A eleição anual, chamada de Umbro Futsal Awards, é realizada através do site especializado Futsal Planet.

Nascida no Conjunto Ceará, em Fortaleza, Amandinha deixou a capital cearense ainda na adolescência para atuar no Barateiro Futsal. Foi pela equipe de Brusque-SC que a ala chegou à seleção, alcançando o status de melhor do mundo pela primeira vez, em 2014. Desde então, ninguém foi capaz de tomar seu posto. Aos 25 anos, ela é recordista com maior número de vitórias desde que a premiação feminina teve início, em 2007.

Em 2017, ela foi atuar no Leoas da Serra, equipe que ainda defende, atualmente. Pelo clube de Lages-SC, ela conquistou todos os títulos possíveis, com destaque para a Libertadores da América 2018, a Copa das Campeãs 2019 e o 1º Mundial Interclubes Feminino, também em 2019.
Na Copa Intercontinental, o Mundial de Clubes, conquistado com as Leoas da Serra sobre o Atlético Navalcarnero/ESP, ela marcou dois gols na final, completou a galeria dos troféus que possui na carreira ganhando todos que uma atleta profissional poderia ter. Em toda a carreira, Amandinha tem mais de 50 títulos.

Após o anúncio que a coroou a melhor jogadora do mundo de futsal pela 6ª vez, Amandinha postou em suas redes sociais, comemorando o feito. 
“The Best pela 6ª vez acredita? Quando acho que já deu pra mim, vem Deus e me surpreende. Com certeza, 2019 foi um dos maiores anos da minha vida. Não falo nem tecnicamente, mas a grandeza das conquistas foram inigualáveis. Fui para todas as finais que disputei, meu clube viajou pra Espanha com investimento de patrocinadores próprios que acreditam no nosso trabalho sério e no retorno que a gente oferece, ganhei o primeiro mundial de clubes com o ginásio entupido de gente”, comemorou Amandinha, que além do mundial, conquistou a Taça Brasil no ano passado.

Em seguida, Amandinha mostrou toda sua entrega ao futsal feminino, para o qual busca mais visibilidade e investimento, até desabafando sobre alguns críticos.
“Ao longo do ano, joguei com condições variadas: a 100%, joguei a 70% e fui elogiada; joguei a 50% e fui criticada e até xingada. Como diz um velho ditado, quem está na chuva é pra se molhar, não é? Pode bater, eu aguento. Uma coisa que nunca vão poder questionar ou falar mal de mim é o tamanho da abdicação e da entrega que dei por uma modalidade incrível e ‘invisível’ chamada futsal feminino. Então, se estou aqui, nesse momento, eu mereço”, desabafou.

Disputa
Neste ano, jogadoras como a espanhola Anita Luján, a portuguesa Ana Fifó e as brasileiras Renatinha, Luana e Débora Miúda concorreram com Amandinha.

Em sua rede social, o Ceará, clube do coração de Amandinha, também comemorou o feito. “É Hexa! Nossa ilustre torcedora Amandinha foi eleita a melhor jogadora de futsal do mundo pela 6ª vez. Parabéns, Alvinegra!”.

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?

Assuntos Relacionados