Sobe para 128 número de casos confirmados da variante Ômicron no Brasil, diz Ministério da Saúde

Pasta aponta ainda 298 pacientes em investigação

Testagem da Covid-19 aumentou nos últimos meses, segundo informou a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma)
Legenda: Testagem da Covid-19 aumentou nos últimos meses, segundo informou a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma)
Foto: Divulgação/Governo do Ceará

Os diagnósticos positivos da Ômicron seguem aumentando no Brasil. Depois de uma quarta-feira (29) sem mudanças no número de confirmações da variante, o balanço divulgado nesta quinta-feira (30) pelo Ministério da Saúde indica que foram registrados 128 casos no Brasil.

As infecções foram registradas em Goiás (38), Santa Catarina (38), São Paulo (27), Minas Gerais (16),  no Ceará (3), no Rio Grande do Sul (3), no Distrito Federal (1), no Rio de Janeiro (1) e no Espírito Santo (1).

Há ainda, segundo a pasta, 298 casos em investigação, sendo 16 no Distrito Federal, 23 no Rio Grande do Sul, 23 em Santa Catarina, 113 no Rio de Janeiro e 114 em Minas Gerais.

Plano de contingência no Ceará será implementado

O governador do Ceará, Camilo Santana, realizou, na noite desta quinta-feira (30), uma live nas redes sociais para falar sobre a pandemia da Covid-19 e o aumento dos casos de síndrome gripal no Estado.

Camilo fez um alerta sobre os casos de Influenza e de Covid, e também de apelo para que a população se vacine, continue utilizando máscaras, pratique o distanciamento social e evite aglomerações nas festas de fim de ano e em reuniões familiares.

Diante deste cenário, o Governo do Estado anunciou que a Secretaria da Saúde (Sesa) vai elaborar e comandar um plano de contingência, que consiste em:

  1. Promover a testagem em massa em todos os municípios;
  2. Reforçar o monitoramento dos casos de Covid-19;
  3. Aumentar a fiscalização dos protocolos sanitários estabelecidos;
  4. Ampliar a vacinação (D1, D2 E D3).

“Vamos intensificar a testagem, ampliando os postos de testagem em pontos de grande circulação da população de Fortaleza. Para o Interior, já autorizamos a compra de mais testes de Covid-19 para garantir a distribuição aos municípios cearenses. Ter esses números é fundamental, porque somente com a testagem em massa, e esse controle, é que podemos elaborar novas ações de combate à pandemia no Ceará”, explicou o governador.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil