Primeiras 400 mil doses da vacina Sputnik V devem chegar ao Brasil em março

Embora ainda não aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Brasil tem previsão de receber 10 milhões de doses do imunizante até maio deste ano

Vacina Russa
Legenda: Com contrato de R$ 639,6 milhões, a negociação para a compra da vacina está em processo final
Foto: Olga MALTSEVA / AFP

A chegada das primeiras 400 mil doses da vacina Sputnik V, desenvolvida pela Rússia contra a Covid-19, deve acontecer em março, conforme o Ministério da Saúde

Embora ainda não aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Brasil tem previsão de receber 10 milhões de doses do imunizante até maio deste ano.

Do total, 2 milhões de doses devem chegar no País em abril.

Com contrato de R$ 639,6 milhões, a negociação para a compra da vacina está em processo final, afirma o Ministério.  

A entrega para março antecipa a previsão divulgada antes, quando as primeiras doses foram anunciadas para abril, com entrega final para junho. A data, no entanto, ainda pode sofrer alterações. 

A vacina Sputnik V é aplicada em duas doses. A eficácia do imunizante é de 91,6%, segundo resultados publicados na revista científica 'The Lancet'. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil