Pinscher mostra à Polícia Federal localização de droga de tutor traficante; veja vídeo

Animal levou agentes ao quintal da residência e cavou buraco, no qual os policiais acharam tabletes de drogas

Montagem com foto de bolos de dinheiro encontrados durante operação. Na imagem, há um círculo com cachorro cavando buraco em detalhe
Legenda: Tabletes de drogas e dinheiro foram apreendidos durante ofensiva policial
Foto: divulgação/PF-MT; reprodução

Um cachorro da raça Pinscher ajudou a Polícia Federal (PF) a prender o tutor dele, um traficante de drogas, no Vale do Araguaia, em Mato Grosso. Durante a operação "Hot Money", o animal apontou aos agentes onde o tutor escondia drogas no terreno da casa. As informações são do portal G1.

Enquanto os agentes realizavam buscas, o cão, que morava no local, começou a cavar uma parte do quintal da residência. Os policiais, que seguiram o Pinscher, finalizaram a escavação, encontrando tabletes de drogas em meio à terra.

Três pessoas foram presas em flagrante pela PF por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Além disso, grandes quantidades de dinheiro foram apreendidas em diversos locais por meio de cumprimento de mandados de busca e apreensão.

Após o tutor ser preso, o cachorro ficou sob os cuidados dos policiais que estiveram na operação.

A Polícia também cumpriu 28 mandados judiciais — sete de prisão preventiva e 21 de busca e apreensão — expedidos pela Vara Criminal de Aragarças (GO) nos municípios de Aragarças e Jussara, em Goiás, e Barra do Garças, Cuiabá, Querência, Porto Esperidião e Pontes e Lacerda, em território mato-grossense.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil