Frio no Brasil traz risco de geada no Sul e sensação térmica que pode chegar a -25°C

Até o momento, segundo o Inmet, o Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem apresentar as menores temperaturas

Imagens de geada na serra catarinense
Legenda: Em Santa Catarina, segundo o Climatempo, o risco é de geada nos próximos dias
Foto: Mycchel Legnaghi / São Joaquim Online

Uma massa de ar frio chegará ao Brasil na quarta-feira (28) e deve baixar as temperaturas no Sul, Sudeste, Centro-Oeste e até na região Norte do país. Com possibilidades de neve e geada, a serra gaúcha é a que tem a previsão de maior frio: a sensação térmica pode chegar a -25°C.

O Instituto Nacional de Metereologia, o Inmet, aponta que a previsão também indica tendência de frio prolongado até o dia 1º de agosto. As temperaturas podem cair com variação entre 6ºC e 4ºC.

Risco de geada

Já conforme informações da Climatempo, há possibilidade de geada no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Além disso, algumas áreas de São Paulo, Mato Grosso do Sul, sul de Minas e extremo sul do Rio de Janeiro podem sentir a diferença no clima.

Na serra catarinense, um recorde de frio pode ser registrado nos próximos dias. O órgão de meteorologia mostra que a temperatura na região pode ser de -8°C e -10°C.

Entretanto, a sensação térmica será ainda menor por conta da ação dos ventos. É exatamente em áreas altas de serra onde o frio sentido pode ser de -25ºC.

Outras regiões

Ainda na quinta (29), o Inmet prevê geada em quase toda a Região Sul, além do sul do Mato Grosso do Sul e no sudeste de São Paulo.

Inclusive, as temperaturas mais frias no Sudeste devem ser registradas na quinta (29) e na sexta (30). Na serra da Mantiqueira, por exemplo, as temperaturas mínimas devem ficar entre -2°C e -5°C.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil