Caso Lara: adolescente de 12 anos morreu com quatro golpes na cabeça, diz laudo

Menina desapareceu após sair para comprar refrigerante no interior de São Paulo no dia 16 de março

Caso Lara
Legenda: Lara foi encontrada morta em um matagal, coberta de cal e com sinais de traumatismo
Foto: Reprodução

A adolescente Lara Maria Oliveira Nascimento morreu por traumatismo craniano com pelo menos quatro golpes na cabeça, segundo apontou laudo do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo. Lara foi encontrada morta no dia 19 de março, após desaparecer no município de Campo Limpo Paulista (SP).

Conforme o documento, Lara foi morta com sinais de crueldade e seu corpo foi achado coberto de cal. A arma do crime teria sido um martelo ou uma picareta. Os laudos ainda serão úteis para tentar encontrar o assassino, pois a perícia nas unhas da adolescente aponta vestígios de DNA. As informações são do g1

Ainda não se sabem as circunstâncias da morte de Lara. O suspeito do assassinato, que não teve a identidade revelada, teve o carro periciado na segunda-feira (28).

Nessa terça (29), funcionários do mercado onde a garota esteve antes de sumir prestaram depoimento à Polícia. 

Caso Lara 

O Caso Lara chocou os moradores da cidade do interior de São Paulo. A menina desapareceu no dia 16 de março, quando saiu de casa para comprar refrigerante, em um mercadinho distante cerca de 600 metros de casa. 

Um homem foi visto em imagens de câmeras de segurança dirigindo um carro prata próximo ao último local que Lara foi vista com vida. Na última sexta-feira (25), a Polícia pediu a prisão temporária dele, que segue foragido

O inquérito do caso segue em segredo de justiça. A família da adolescente já foi ouvida por equipes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí (SP), que investiga o caso. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil