Duas pessoas seguem desaparecidas após deslizamento de cânion em Minas Gerais

Pelo menos oito pessoas morreram após rocha desabar sobre lanchas em Capitólio, interior de MG

imagens do momento em que rocha de cânion cai em lanchas em MG
Legenda: Acidente ocorreu por volta das 12h30 e deixou turistas em pânico
Foto: Reprodução

O deslizamento de cânion que matou pelo menos oito pessoas em Capitólio (MG) neste sábado (8) ainda conta com duas pessoas desaparecidas, segundo o Corpo de Bombeiros. Coletiva de imprensa no fim da tarde confirmou cinco mortes. Horas depois, mais duas mortes foram confirmadas, sendo 3 mulheres e 4 homens. Neste domingo (9), a oitava morte foi confirmada.

Os óbitos, segundo coronel dos bombeiros Edgard Estevo, ocorreram ainda no local. As buscas só retornam neste domingo (9), com o efetivo de 40 bombeiros e mergulhadores. As informações são do g1.

Há informações de que algumas das lanchas que estavam no local no momento da ocorrência afundaram. Até o momento são contabilizadas 32 pessoas feridas. Pelo menos quatro seguem internadas.

O coronel dos bombeiros fez um apelo à população mineira para terem cuidado com áreas de risco e evitem sair em locais alagados. O estado enfrenta fortes chuvas desde a semana passada. 

Veja o momento do deslizamento de rocha:

Uma pessoa que passeava pelo local chegou a filmar o momento em que uma enorme pedra despencou e atingiu pelo menos três lanchas. Conforme informações preliminares, o deslizamento teria sido causado pelas fortes chuvas que atingem a região.

Tentativa de aviso

Em novo vídeo no local do deslizamento é possível perceber um grupo de pessoas tentando avisar as vítimas sobre o perigo, pois eles já haviam percebido movimentações. Nas imagens, pedras menores caem da encosta momentos antes das rochas desabarem.

Prefeitura se pronuncia

Por meio de comunicado oficial, a Prefeitura de Capitólio expressou "profundo pesar" com a tragédia e informou que ação conjunta da Marinha, dos bombeiros, da Defesa Civil e da Santa Casa de Capitólio continuará.

nota da prefeitura de capitólio
Legenda: Prefeitura atualiza a situação por meio das redes sociais
Foto: Reprodução

O prefeito Cristiano Silva se disse "extremamente transtornado" com o deslizamento. "Agradeço corpo de bombeiros, marinha, PM, Santa casa de capitolio, as cidades vizinhas que estão nos ajudando", pontuou.

"Somos solidários aos feridos e estamos a disposição para auxiliar as famílias", comentou o prefeito, que informou a mobilização de todos os órgãos competentes.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil