Adolescente procurou Gabriel Monteiro para terminar a relação, 'mas não conseguia', diz irmão

Segundo o parente, a menor de idade ainda enviou mensagem ao vereador pedindo que ele se afastasse

vereador gabriel monteiro
Legenda: Parlamentar está sendo investigado pela Polícia Civil por vazamento de vídeo íntimo com adolescente
Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal

O irmão da adolescente de 15 anos que aparece no vídeo íntimo com Gabriel Monteiro disse à polícia ter sido procurado pela menor de idade em um momento de crise. O homem revelou que ela "queria finalizar o relacionamento com o vereador, pois não estava lhe fazendo bem, mas não conseguia". 

O relato consta na representação pelo mandado de busca e apreensão enviado pela delegacia à Justiça do Rio de Janeiro, que resultou na varredura em 11 endereços ligados ao vereador, nessa quinta-feira (7).

Conforme o documento, a adolescente "chegou a enviar mensagem a Gabriel pedindo a ele que se afstasse". Porém, os dois "retomaram o relacionamento amoroso" logo depois. 

Declarações da adolescente

Ao ser chamada para prestar depoimento à Polícia Civil, a menor detalhou que conheceu o vereador em uma academia e passou a conversar com ele via Instagram. O papo migrou para o WhatsApp depois que ele pediu o telefone dela. 

"Ele me chamou para ir na casa dele para nos conhecermos. Após uma semana de conversa, resolvi ir", contou a menina. "Na primeira vez que fui, rolou beijos, abraços, nós transamos", pontuou.

Desde então, ela disse que passou a "ir praticamente todo dia" ao imóvel do vereador. Gabriel chegou a ser apresentado à família dela e os dois faziam passeios como casal. 

Para a delegada assistente Talita Roberta Carlos Carvalho, que assina pela ordem de busca e apreensão, "não há mais dúvidas" de que Monteiro sabia da menoridade da adolescente.
 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil