Sobrevivente da 2ª Guerra é presa na Rússia após protesto contra conflito na Ucrânia

Elena Osipova, 77 anos, foi detida com cartazes que pediam paz e fim de armas nucleares

A ativista Elena Osipova, 77 anos, foi presa, nessa quarta-feira (2), após protestar em São Petersburgo, na Rússia, contra a invasão do país à Ucrânia. Sobrevivente do Cerco a Leningrado, ação nazista realizada durante a Segunda Guerra Mundial, a idosa estava com dois cartazes que pediam a paz em solo ucraniano e o fim das armas nucleares, segundo o portal UOL. Diversas pessoas foram detidas na Rússia por manifestações antiguerra desde o início do conflito entre as duas nações.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo