Papa Francisco cria data mundial católica para homenagear avós e idosos

O Pontífice por diversas vezes já lamentou a "cultura do descarte" que coloca o grupo de lado por não serem mais produtivos

Esta é a imagem do papa Francisco acenando
Legenda: Em 2017, Francisco instaurou o Dia Mundial dos Pobres
Foto: AFP

Papa Francisco anunciou neste domingo (31) a criação do "Dia Mundial dos Avós e dos Idosos" na Igreja Católica Romana. Ao fazer o anúncio surpresa em seu discurso dominical, o papa disse que a data será celebrada no quarto domingo de julho pela comunidade católica em todo o mundo.  

Segundo o Pontífice, o intuito da comemoração é homenagear e destacar a importância desse segmento da sociedade. 


Em 25 de julho, o papa presidirá a primeira missa por ocasião deste dia dedicado aos idosos, mantendo as restrições impostas pela pandemia, disse o Vaticano. 

Francisco, de 84 anos, por diversas vezes já exortou a sociedade a valorizar os idosos como fonte de sabedoria e experiência e lamentou uma "cultura do descarte" que os coloca de lado por não serem mais produtivos.  

Outras datas comemorativas

A Igreja Católica já tem um Dia Mundial da Paz, instituído pelo Papa Paulo em 1967, um Dia Mundial da Juventude, instituído pelo Papa João Paulo II em 1984, e um Dia Mundial dos Pobres, que Francisco criou em 2017.  

A Igreja promove eventos especiais e serviços religiosos nessas datas para chamar a atenção para as necessidades e atributos dos grupos homenageados. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo