Lagarto-escrivão descoberto no Rio São Francisco é o novo réptil exclusivo do Brasil

A espécie tem patas vestigiais traseiras e mede no máximo sete centímetros de comprimento

novo réptil descoberto no Brasil
Legenda: Animal foi localizado em novembro de 2016
Foto: Reprodução/Thiago de Castro

O lagarto-escrivão, nome popular do Calyptommatus frontalis, é a nova espécie de réptil exclusiva do território brasileiro. Ele foi descoberto no Rio São Francisco, em novembro de 2016, mas só em abril deste ano teve a sua oficialização. 

Responsável por descobrir o animal durante um trabalho de campo no município de Buritirama, na Bahia, o herpetólogo Thiago Marcial de Castro disse suspeitar inicialmente que o lagarto era de uma espécie desconhecida pela ciência.

Para chegar a uma conclusão, no entanto, foram necessárias avaliações detalhadas do animal. Isso porque já existem espécies de lagarto no Brasil separadas por barreiras geográficas, cadeias de montanhas ou pela presença de rios.

Thiago descreve que o animal é uma espécie ápode (sem a pata anterior), tem patas vestigiais traseiras e mede no máximo sete centímetros de comprimento.

Ainda segundo ele, a espécie é exclusiva de áreas de dunas de areia da região média do Rio São Francisco, na Bahia, e em leitos arenosos do alto Rio Parnaíba, no Piauí.