Segurança digital

Entenda como funciona e quais são as aplicações do blockchain, tecnologia associada a outros mercados, como os de Administração e Direito.

Blockchain é uma tecnologia nova, de apenas 10 anos, mas com muitas possibilidades a serem exploradas. A tecnologia registra informações acerca de conteúdo digital,  torna-as imutáveis e automatiza a execução de contratos e comandos associados a elas. Ela foi criada junto com o bitcoin, um tipo de moeda digital, para assegurar as transações realizadas por essa forma de câmbio. 

Com a possibilidade do envio duplicado de uma mesma criptomoeda, o blockchain registra o caminho percorrido por ela e sua característica de imutabilidade não permite que isso ocorra, impedindo a desvalorização dessa forma de câmbio, além de tornar a tecnologia das moedas digitais mais próxima das vantagens e das seguranças da moeda física. 

Áreas
Como toda tecnologia, o blockchain evoluiu para áreas além daquela a qual foi destinada sua criação. Hoje, é possível aliar a tecnologia com outros mercados, como o de Administração e o Direito. Jerffeson Teixeira de Souza (foto abaixo) é professor da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e sócio-fundador da CryptumLab, startup voltada a ajudar empresas com soluções em blockchain e criptomoedas. Ele afirma que há grandes possibilidades de desenvolvimento do mercado, já que funções do blockchain ainda não são reconhecidas legalmente no Brasil.

block2

Ele define como tokenização de ativos a transformação de bens físicos em versões digitais, um token, para a possibilidade de registro e trocas. “Se uma pessoa possuir um terreno, ela poderia transformar o registro de posse em um token. Ele garantiria assim a posse do terreno. E, quando quiser transferir para outra pessoa, basta transferir o token. A propriedade do ativo físico passaria a ser dada pela posse do ativo digital”, explica Jerffeson. Isso tudo seria garantido pela tecnologia de blockchain, com possibilidade de imutabilidade e de registro digital.

Na prática
A automatização do cumprimento de contratos é exemplificada em casos de companhias aéreas com voos em atraso. A partir do número de horas atrasadas estabelecido no contrato, a empresa deve pagar um valor específico para garantir alimentação ou hospedagem aos passageiros. Quando o sistema registra o atraso, o blockchain identifica a situação e já transfere o valor para a conta daqueles passageiros, automatizando o cumprimento do acordo contratado.

Além disso, é possível aliar o blockchain a negócios menores, como a geração de uma moeda de troca – por meio de um código, um link ou pontos acumulados em uma conta de clube de vantagens, por exemplo. Um código de desconto que você recebe ao entrar em um site é uma moeda e o blockchain garante a execução do desconto associado a ela quando utilizada.

Mercado
A formação é um dos grandes desafios dessa área, porque ela é escassa e o profissional que deseja atuar com isso precisa estar atento a cursos, palestras, congressos e  encontros, em uma formação quase autodidata.

No entanto, é preciso estar atento a todas as possibilidades de mercado, porque há muitas oportunidades no mercado e o blockchain tende a estar presente nos mais diversos setores em função da difusão crescente das criptomoedas.


Categorias Relacionadas