Câmara Municipal de Fortaleza vai criar comissão para avaliar serviços e cobranças da Enel

Proposta é do presidente da Casa, vereador Antônio Henrique

interruptor de energia
Legenda: Reajuste de quase 25% já está valendo nas contas de energia no Ceará
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Câmara Municipal de Fortaleza deve aprovar nesta quarta-feira (4) a criação de uma Comissão Suprapartidária para acompanhar a prestação de serviço e cobrança tarifária pela Enel. 

A proposta foi protocolada na terça-feira (3) pelo presidente do Legislativo municipal, vereador Antônio Henrique (PDT), e está na pauta da sessão de hoje.

"Esse requerimento justifica-se diante da implementação do reajuste médio de 24,85% sobre as contas de energia elétrica no Ceará. Tal reajuste causa um impacto financeiro de grandes proporções na economia da cidade de Fortaleza e na vida do cidadão", diz o texto da proposta.

Ofensivas contra o reajuste

Desde que foi anunciado o aumento, há mobilizações em diferentes instâncias políticas. Ontem, foi aprovado na Câmara dos Deputados a urgência na votação do Projeto de Decreto Legislativo, de autoria do deputado federal Domingos Neto (PSD), que suspende o reajuste de quase 25% na conta de energia elétrica do Ceará.

Nesta quarta-feira, a Assembleia Legislativa deve anunciar a composição do grupo de deputados que vai analisar o contrato da Enel com o Estado. Além disso, também está em análise um projeto que prevê plebiscito para saber a opinião dos cearenses sobre reestatizar o serviço de energia.