Governadora Izolda se reúne com ministra do STF para tratar do litígio com o Piauí

Encontro ocorre em Brasília para tratar de uma Ação Civil movida pelo Piauí

Izolda Cela, governadora do Ceará
Legenda: Izolda Cela solicitou audiência com a ministra do STF
Foto: Fabiane de Paula

A governadora Izolda Cela (PDT) deverá ser recebida no início da tarde desta terça-feira (10) para uma reunião em brasília com a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Carmem Lúcia. O encontro das duas será para tratar do litígio entre os estados de Ceará e Piauí sobre territórios em municípios da Serra da Ibiapaba.

Em 2011, o estado vizinho ingressou com uma Ação Civil Originária no Supremo requerendo parte do território de municípios na divisa, que hoje estão com o Ceará.

O litígio entre Ceará e Piauí compreende um território de aproximadamente 3.000 km², onde vivem 25 mil pessoas, localizado na Serra da Ibiapaba.

Izolda solicitou encontro

audiência foi solicitada à ministra, relatora da ação, pela governadora cearense. Na semana passada, por meio das redes sociais, Izolda disse que iria se empenhar pessoalmente para que não haja perdas ao Estado.

Com o processo se arrastando há 11 anos, a verdade é que o Ceara, por meio de seus representantes, deixou o caso ocorrer sem maiores preocupações e, agora, há um temor em relação ao assunto. 

Está coluna apurou que Izolda vai demonstrar a ministra os investimentos feitos pelo Estado do Ceará ao longo do tempo nas regiões de litígio e as providências em relação ao processo. 

Além disso, o Ceará compreende que não haverá resolução do caso no curto prazo.