Crise no PDT: deputados criticam presidente nacional por manifestação pró-Roberto Cláudio

Ao menos 10 parlamentares da legenda reagiram: "desrespeitoso", "lamentável" e "inoportuno" foram alguns dos adjetivos

Legenda: As declarações de Carlos Lupi ocorreram no evento regional do PDT
Foto: Thiago Gadelha

A crise interna no PDT está atingindo o nível mais crítico até aqui na corrida pré-eleitoral. Em um grupo de aplicativo de trocas de mensagens que reúne deputados estaduais do partido, o presidente da Assembleia, Evandro Leitão, fez uma crítica dura ao presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, que manifestou, no encontro regional da sigla, no dia anterior, preferência pelo nome do ex-prefeito Roberto Cláudio, na corrida ao Palácio Abolição.

A manifestação de Evandro Leitão ganhou adesão de pelo menos 10 dos 13 deputados estaduais do Partido na Casa. Esta coluna teve acesso a prints do grupo no whatsapp e confirmou com três parlamentares a veracidade do diálogo entre os pares.

“Não poderia deixar de expressar minha indignação pelo comportamento inoportuno e desrespeitoso do presidente nacional do nosso partido, sr Carlos Lupi, que vem ao nosso Ceará e desrespeita o democrático processo de escolha de nosso candidato ao governo que conta com 4 nomes na disputa. Ele usa do microfone para se manifestar de forma inconveniente”.
Evandro Leitão
Presidente da Assembleia LEgislativa do Ceará

Na sequência, os colegas de bancada se manifestaram em concordância com as palavras de Leitão. Com a maior bancada da Assembleia, o PDT tem 13 deputados estaduais. Dez deles se pronunciaram em tom de crítica ao presidente nacional da Legenda.

Romeu Aldigueri, Salmito Filho, Guilherme Landim, Osmar Baquit, Sérgio Aguiar, Oriel Nunes, Bruno Pedrosa, Tin Gomes e Jeová Mota fizeram postagens no mesmo grupo acompanhando Evandro.

“Inaceitável a postura do nosso presidente (nacional). O momento era oportuno para demonstrar nossa unidade. O que aconteceu foi lamentável”, escreveu Baquit.

“A atitude do presidente foi deselegante ao não dá oportunidade a todos os 4, o fazendo apenas para 2 dos pré-candidatos. Receba minha solidariedade”, escreveu Sérgio Aguiar.

Salmito Filho disse sobre as palavras de Evandro: “concordo integralmente”. Guilherme Landim foi na mesma linha.

Romeu Aldigueri se solidarizou ao presidente e demonstrou preocupação com o clima pesado nos bastidores. “Estou muito preocupado com o rumo que o processo está tomando pois estar mais dividindo do que agregando”.

“É por essas e outras manifestações desnecessárias até da coligação, que esse processo ficou desgastado e precisa ser repensado, do jeito que vai, só nos prejudica”, escreveu Tin Gomes.

Manifestações de Lupi

Ainda no mês passado, em entrevista ao jornal O Globo, Carlos Lupi manifestou apoio na escolha de Roberto Cláudio como candidato da aliança no Estado do Ceará.

Durante o evento regional do PD, em Fortaleza, na quarta-feira (15), o presidente reforçou, ao menos em três momentos diferentes, a preferência pelo aliado. Antes de passar a palavra ao ex-prefeito, Lupi ensaiou até o jingle de campanha: “O melhor prefeito do Brasil, vai virar governador”, cantou o presidente Nacional.

Ciro Gomes, entretanto, em todas as manifestações sobre a sucessão estadual, incluiu os nomes de Roberto Cláudio, Izolda Cela, Mauro Filho e do próprio presidente da Assembleia, Evandro Leitão.

Temperatura altíssima nos bastidores do Partido.