Sem PV, FCF pede que reforma do gramado do Castelão aconteça só no fim de 2022

Falta de estádio poderia prejudicar times no início do ano; melhoria paliativa deve ser feita

Gramado da Arena Castelão interditado
Legenda: Gramado da Arena Castelão foi protagonista e vilão em muitos momentos da temporada 2022
Foto: Kid Júnior

A Arena Castelão vai passar por intervenções de melhorias nos primeiros meses de 2022, e o fato ligou o sinal de alerta para a Federação Cearense de Futebol (FCF) e os clubes, principalmente Ceará e Fortaleza.

Com as obras do Estádio Presidente Vargas em fase final de conclusão, mas com entrega prevista apenas para o final de março, os dirigentes do futebol local enxergaram o risco de não haver arena esportiva de maior porte disponível para as primeiras competições da temporada 2022, no caso Copa do Nordeste e Campeonato Cearense.

Desta forma, clubes, através da FCF, pediram ao Governo do Estado que seja feita apenas uma revitalização do gramado no período sem jogos e que uma intervenção definitiva ocorresse apenas no fim de 2022. Com isso, a Arena Castelão estaria disponível para os primeiros jogos de Ceará e Fortaleza pela Copa do Nordeste.

Nesta sexta-feira (17), às 9h30, entrevista coletiva, na Arena Castelão, vai dar detalhes sobre a intervenção no estádio. Estarão presentes o secretário do Esporte e Juventude, Rogério Pinheiro, e os presidentes de Ceará, Ferroviário e Fortaleza, respectivamente, Robinson de Castro, Newton Filho e Marcelo Paz.

Foto: Thiago Gadelha

Sócios em alta

 

Vovô e Leão vivem fase promissora dos programas de sócio-torcedor, com as duas equipes com cerca de 30 mil associados. Sem o Castelão e PV, dirigentes alvinegros e tricolores se colocariam em situação complicada frente aos 'clientes'. Parcela relevante dos planos de sócios garante a entrada nos jogos, o que provocaria questionamentos.