Gol, assistência e boas atuações: Speed Mendoza tem início positivo no Ceará

Camisa 10 tem agradado nas primeiras partidas e, embora ainda seja cedo, já demonstrou que poderá ajudar bastante o Alvinegro no decorrer da temporada

Mendoza conseguiu gol e assistência na vitória contra o CSA
Legenda: Mendoza conseguiu gol e assistência na vitória contra o CSA
Foto: Kid Júnior / SVM

O colombiano Steven Mendoza chegou ao Ceará como uma das principais contratações para a temporada 2021. Foi o jogador mais caro no mercado de transferência em que o clube investiu quase R$ 10 milhões na aquisição de novos reforços. A expectativa é alta, sobretudo pela qualidade que o atacante possui. E embora ainda seja cedo para análises definitivas, é fato que o início do novo camisa 10 do Alvinegro tem sido animador.

Até aqui, atuou em três jogos, todos como titular. Nos 261 minutos que passou em campo, contra Fortaleza, Botafogo-PB e CSA, já balançou as redes uma vez e deu ainda uma assistência.

As duas participações diretas em gols ocorreram na vitória por 2 a 0 sobre o time alagoano, em que o jogador de 28 anos teve ainda quatro finalizações, sendo três na direção do gol, e três assistências para finalizações, segundo o Footstats. Foi eleito, por votação popular, o melhor da partida.

Mas antes mesmo do duelo contra o Azulino, Mendoza já havia chamado atenção com o pênalti sofrido contra o Belo e boas jogadas criadas contra o Leão do Pici. Steven foi bem nos três jogos que fez.

Características

O Speed faz jus ao apelido. Logo nas primeiras atuações, foi possível perceber um jogador com muita velocidade, explosão e intensidade, que já foi titular nos jogos mais recentes por estar bem condicionado fisicamente, embora ainda não 100%. Mas os atributos vão além disso.

Imagem de Mendoza, jogador do Ceará, correndo na frente de Quintero, zagueiro do Fortaleza
Legenda: No Clássico-Rei, Mendoza fez jogada individual que deixou Quintero para trás
Foto: Felipe Santos / Ceará

Habilidoso, o camisa 10 tem mostrado muita movimentação, aparecendo para o jogo, participando da criação de jogadas, com boa visão de jogo, passes verticais e assegurando mobilidade ofensiva. Com personalidade, aposta nas jogadas de 1x1 e tem levado vantagem contra os defensores adversários

Funções

Justamente pela intensa movimentação, Mendoza já provou que pode desempenhar mais de uma função no sistema ofensivo. Prioritariamente, tem sido mais escalado por Guto Ferreira para jogar como um extremo-esquerda, aberto pela ponta, e por momentos tem trocado de posição com Saulo Mineiro, passando a atuar mais pela direita.

Nos dois casos, além de contribuir efetivamente no aspecto ofensivo, tem também demonstrado maturidade tática para auxiliar na recomposição defensiva e preencher os espaços quando a equipe não tem a bola. 

Além disso, chegou a desempenhar também papel mais central, em papel geralmente desempenhado por Vina, como organizador das jogadas ofensivas. Pela qualidade que tem no passe, também pode fazer bem esta função.

Certo é que, pela capacidade técnica, compreensão tática, condição física e experiência, Mendoza pode oferecer muitas possibilidades ao Ceará.

Adaptação

mendoza
Legenda: Mendoza foi recebido por Vina. Eles jogaram juntos no Bahia
Foto: Felipe Santos/Cearasc

O bom início é animador, e a tendência é que haja evolução com o passar do tempo, que deverá acarretar em melhor entendimento do modelo de jogo utilizado por Guto Ferreira, aprimoramento no aspecto físico e mais entrosamento com os companheiros.

"Acabei de chegar no grupo, ainda estou conhecendo os jogadores, eles estão conhecendo meus movimentos também. É um grupo que merece a cada dia, a cada jogo. A gente sempre pensa em vencer os jogos. O grupo me acolheu muito bem e isso faz com que minha adaptação seja melhor", disse o colombiano, que já mostra boa parceria com o craque alvinegro, o meia Vina.

"Com o Vina, nossa parceria dentro e fora de campo é boa e com certeza a gente, no decorrer do ano, vai melhorar muito. Aí acho que no momento que a gente entrosar bem, vão sair bom jogos e gols", projeta Mendoza.