Fortaleza não tem mais margem de erro para jogar bem e não pontuar na Série A

Desempenho do Tricolor não é de lanterna da competição, mas pontuação é preocupante

Renato Kayzer com raiva reclama de gol perdido
Legenda: Renato Kayzer tem sido pouco utilizado por Vojvoda
Foto: Thiago Gadelha/SVM

O Fortaleza foi melhor que o Fluminense na tarde deste domingo (22). Mas perdeu por 1 a 0. O panorama foi semelhante a de jogos contra Corinthians, Internacional, Botafogo, São Paulo...partidas em que o time de Vojvoda foi melhor que os adversários, mas não venceu. E agora não há mais margem para jogar bem e não pontuar na Série A.

Quando tem desempenho, se está mais perto de vencer jogos. E isso é um alento aos leoninos. O nível de atuação do Fortaleza não é de lanterna. Não houve aquela partida em que o time foi totalmente dominado pelo adversário (salvo o 2º tempo contra o Botafogo, em que jogou com um a menos após a expulsão de Ceballos).

Mas a pontuação é péssima. É o único time que ainda não venceu no campeonato. O "jogar bem" também passa por converter as oportunidades criadas. E esse tem sido um problema para o time de Vojvoda. Contra o Flu, foram 23 finalizações e nenhum gol marcado.

O adversário teve 3 chutes na direção do gol e venceu o jogo.

Além disso, teve falha defensiva. O gol de Luiz Henrique tem erros de posicionamento do sistema defensivo e uma falha clara de Max Walef em uma bola totalmente defensável.

São os mesmos problemas que estão custando caro ao Fortaleza: falta de competência nas finalizações e erros defensivos.

Com apenas 1 ponto em 18 disputados, a situação é preocupante. O início de Brasileirão é péssimo e é preciso corrigir os erros e reagir antes que fique ainda mais difícil.