Fortaleza do 2º tempo contra o Fluminense pode reagir na Série A; o do 1º tempo será rebaixado

Tricolor teve atuação distinta nos dois tempos contra o Fluminense

Legenda: Próximo compromisso do Fortaleza será contra o Cuiabá, fora de casa, pela Série A
Foto: Thiago Gadelha

Um jogo de tempos completamente distintos. Assim foi a derrota do Fortaleza por 1 a 0 para o Fluminense, na última quinta-feira (28). E ficou muito evidente a diferença de postura da equipe nos dois momentos do jogo, passando uma clara sensação: o Fortaleza do 2º tempo pode reagir na Série A do Campeonato Brasileiro. Mas o do 1º tempo será rebaixado.

Apático, o Leão do Pici foi engolido pelo Flu nos 45 minutos iniciais. O time visitante foi impositivo, bateu 72% de posse de bola e controlou o jogo. O belo gol de Nonato poderia, até, não ser o único. O Flu poderia ter construído uma vantagem ainda maior na etapa inicial.

A declaração de Marcelo Benevenuto na saída para o intervalo traduz o que foi o péssimo e preocupante desempenho do time. 

"A gente tem que melhorar nossa atitude dentro de campo. É isso que tem que mudar. Está sendo vergonhoso", disse ele, em um recado claro a outros jogadores.

No 2º tempo, o jogo foi outro. O Fortaleza conseguiu se impor, fez o Fluminense abaixar as linhas e conseguiu, enfim, jogar. Teve até mais a bola nos pés (53%) e finalizou mais que o adversário (8 x 5).

Colocou duas bolas na trave e teve o gol de Romero anulado por milímetros. Poderia ter empatado. Não o fez.

Mesmo assim, contra um dos melhores times do Brasil no momento, mostrou outra atitude e que há um caminho para evoluir.

A dúvida é: qual Fortaleza entrará em campo no Brasileirão? Dependendo do que for, é possível imaginar uma reação.