Ceará acerta ao poupar jogadores contra o Bolívar em partida importante para quem quer ganhar espaço

Mesmo sem muitos titulares, a partida tem grande importância para os jogadores que buscam mais espaço na equipe principal do técnico Guto Ferreira

Volante Fernando Sobral, do Ceará, chuta bola em treinamento
Legenda: Fernando Sobral é um dos principais volantes do elenco do Ceará
Foto: Fausto Portela / CSC

A decisão da comissão técnica do Ceará em poupar jogadores contra o Bolívar, nesta quarta-feira (5), pela Copa Sul-Americana, é acertada. O planejamento estabelecido pelo clube já havia previamente decidido que algumas peças importantes sequer viajariam para a Bolívia. A decisão traz, consigo, uma grande oportunidade para quem quer mostrar serviço.

O primeiro (e principal) motivo para isto, que é evidente, é o aspecto físico. A sequência dos últimos jogos tem sido desgastante, com cinco partidas disputadas em 15 dias (média de um jogo a cada três dias). Os duelos eram todos importantes e foram disputados em alta intensidade, por isso o técnico Guto Ferreira optou por manter a base da equipe titular em todos eles.

Peças importantes acumularam alta minutagem nestes cinco jogos, como Richard (450 minutos), Messias (450 minutos), Vina (425 minutos), Mendoza (412 minutos) e Luiz Otávio (405 minutos).

A preservação destes jogadores ocorre por necessidade. Se não houver uma dosagem física, eles vão estourar em breve e o resultado será sentido com lesões que os afastarão dos gramados por mais tempo.

Há uma disputa de final de Copa do Nordeste no sábado (8), que pode assegurar um inédito e histórico Tricampeonato ao Vovô, que deve ser a prioridade no momento. Os pontos na Bolívia, caso conquistados, serão lucro. Derrota lá está dentro da normalidade. E o clube planeja recuperar os pontos em casa.

Competitividade

Guto Ferreira esfrega as mãos à beira do campo
Legenda: O técnico Guto Ferreira montou um Ceará competitivo em todas as disputas
Foto: Thiago Gadelha / SVM

"Planejamento está feito. Tenho certeza de que o torcedor do Ceará vai estar acompanhando na quarta-feira. Pode ter certeza de que a equipe do Ceará vai ser competitiva na quarta-feira e no sábado", disse Guto Ferreira.

De fato, é mais provável ter um time competitivo na altitude de La Paz com jogadores que estão mais inteiros fisicamente. E que sabem que esta é uma grande oportunidade para brigar por vaga no time principal.

Chance de ganhar espaço

Yony González com semblante sério durante treino do Ceará
Legenda: Yony González é um dos que precisa mostrar que pode brigar por titularidade
Foto: Fausto Filho/Cearasc.com

Esta é a chance que muitas outras peças do elenco aguardavam para mostrar que podem brigar por mais espaço. O Ceará deverá ir a campo com João Ricardo, Buiú, Klaus, Jordan e Kelvyn; Charles e Fernando Sobral; Marlon, Jorginho e Yony González; Jael.

Ao menos seis jogadores possuem capacidade de brigar por titularidade (João Ricardo, Fernando Sobral, Marlon, Jorginho, Yony González e Jael).

Outros são os substitutos imediatos de ouros atletas que são titulares absolutos, mas que não terão condições de atuar em todos os jogos. Por isso, nomes como Buiú, Klaus, Jordan e Kelvyn precisam mostrar que podem manter o nível quando acionados para os lugares de Gabriel Dias, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco, respectivamente.