Análise: Fortaleza aproveita tempo, faz melhor jogo da temporada contra o Bahia e aponta evolução

Na vitória por 2 a 1, a equipe comandada por Enderson Moreira jogou bem contra um adversário qualificado e, enfim, venceu e convenceu

Enderson Moreira, técnico do Fortaleza, conversa com atacante David, no Castelão, comemorando gol do time
Legenda: David é peça fundamental no esquema tático do técnico Enderson Moreira
Foto: Thiago Gadelha/SVM

Dai a César o que é de César. O treinador Enderson Moreira sempre cobrou tempo para poder fazer o Fortaleza jogar melhor. Com 9 partidas em 30 dias, em uma temporada que começou já emendada na outra, era difícil estabelecer conceitos de jogo e fazer a equipe render mais. Na primeira semana livre de treinos, o técnico deveria, então, mostrar o que tanto se exigia: evolução na equipe. E mostrou.

Na vitória por 2 a 1 sobre o Bahia, o Fortaleza fez a melhor atuação na temporada. Não falo de resultado, embora o triunfo tenha assegurado a classificação com uma rodada de antecedência e tenha peso relevante, mas sim do desempenho.

Contra um adversário qualificado, concorrente de Série A do Campeonato Brasileiro e que é um dos favoritos ao título da Copa do Nordeste, o Fortaleza teve uma boa atuação e venceu, de fato, convencendo.

Aspectos coletivos

Matheus Vargas e Jussa comemoram gol do Fortaleza
Legenda: O Fortaleza abriu o placar contra o Bahia com Jussa, em assistência de Matheus Vargas
Foto: Thiago Gadelha / SVM

A melhora no desempenho teve, como aspecto primordial, a organização. Taticamente, o Fortaleza esteve bem postado em campo e manteve uma regularidade de atuação dentro da proposta de jogo durante a partida inteira. Foi uma equipe que, quando não tinha a bola, ocupava bem os espaços, com compactação defensiva e dificultando o jogo entre-linhas do Bahia.

A saída de três jogadores da linha de defesa, no início das construções de jogadas, contou com Daniel Guedes ao lado de Quintero e João Paulo, garantindo mais liberdade para o lateral-esquerdo Carlinhos ficar bem aberto, assegurando amplitude na equipe pelo setor. Do outro lado, Robson era o responsável por isso.

Por dentro, Ederson e Jussa na saída de bola, com Matheus Vargas tendo liberdade para flutuar e organizar as ações, municiando David e Wellington Paulista.

Tanto que o Leão do Pici quase abre o placar aos dois minutos, em boa jogada de Robson que WP9 cruzou na medida para cabeçada de David e grande defesa de Douglas.

Melhores chances

O Fortaleza foi o time que criou as melhores chances de gol. No primeiro tempo, poderia sair de campo vencendo por dois gols de vantagem. Além do belíssimo gol de Matheus Jussa e da chance de David que Douglas pegou, Robson perdeu ótima oportunidade. Na etapa final, o ritmo se manteve e, embora o Bahia tenha colocado até bola na trave, o time da casa foi quem chegou de forma incisiva mais vezes.

Atuações individuais

Atacante David, do Fortaleza, com braços levantados e comemorando gol marcado
Legenda: Atacante David está de volta ao time
Foto: Thiago Gadelha/SVM

David, o principal atacante do Fortaleza há algum tempo, foi o melhor em campo. Sempre o responsável pelas principais escapadas ofensivas e sempre levando perigo ao adversário. Mas há outras atuações de destaque:

  • Quintero: embora quase sempre criticado pelo torcedor, o defensor fez jogo seguro e levou vantagem na maioria dos duelos individuais que travou com Gilberto, um dos melhores centroavantes do Nordeste;
  • Matheus Jussa: além do gol, teve muita segurança e solidez defensiva. Primeiro volante típico, foi fundamental para manter a intensidade na marcação;
  • Ederson: esse tem se firmado cada vez mais como titular. Além de poder de marcação, agrega também qualidade de passe na saída de jogo;
  • Matheus Vargas: um dos melhores em campo. Com movimentação intensa, buscava sempre a organização das jogadas ofensivas. Deu assistência para o primeiro gol e possibilitou a criação de boas oportunidades com dinâmica interessante;
  • Robson: embora tenha perdido ao menos duas boas oportunidades de gol, deu assistência espetacular para o gol de David e cumpriu papel tático importantíssimo, sempre recompondo para fechar o corredor do lado direito.

No geral, uma atuação positiva e de evolução do Fortaleza, que após um início turbulento com desempenhos ruins, enfim aponta ao seu torcedor um caminho para seguir crescendo.