Único representante do NE, time do Instituto Cuca estreia na Superliga B de vôlei

Equipe cearense vai em busca de vaga na elite da modalidade.

Equipe de vôlei do Instituto Cuca
Legenda: Equipe cearense é a única representante do Nordeste na disputa.
Foto: Divulgação/Instituto Cuca

O Ceará está de volta ao cenário nacional no vôlei de quadra. Neste sábado (22), a equipe masculina do Instituto Cuca estreia na Superliga B, a segunda divisão da modalidade. A partida será na cidade de Araçatuba, São Paulo. O grupo cearense é o único representante nordestino na briga pela taça da 11ª edição. Outros nove times participam da competição. O vencedor e o vice garantem vaga na Superliga 22/23. 

O time de doze atletas é comandado pelo técnico Tarcísio Coutinho. Eles enfrentam o Vôlei Futuro/Araçatuba às 17 horas deste sábado, no Ginásio Plácido Rocha, na casa adversária. No torneio, as equipes jogam entre si em único turno. As quatro melhores avançam para as semifinais, realizadas em melhor de três jogos. A decisão é em jogo único.

A última vez que houve equipe do estado participando de uma disputa desse nível foi em 2012, na primeira edição do torneio, com a UFC (Universidade Federal do Ceará) terminando em quarto lugar nacional.

O certame organizado pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) reúne nove equipes, além dos cearenses: JF Vôlei (MG), Smel/Aspma/Berneck (PR), Vila Nova F.C./AEGB (GO), Vôlei Futuro/Araçatuba (SP), Niterói Vôlei (RJ), Aprov Chapecó (SC), Instituto Cuca (CE), Suzano Vôlei (SP), Uberlândia Vôlei/Praia Clube/Sada (MG) e Minas Náutico (MG).

 
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados