Nadador Brandonn Almeida é primeiro caso de Covid-19 na delegação brasileira em Portugal

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) organizou treinos de atletas no país europeu para intensificar preparação física

Legenda: Brandonn Almeida aguarda uma nova testagem para definir futuro no país europeu
Foto: AFP

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) registrou o primeiro caso de infecção por Covid-19 na delegação nacional que treina em Portugal - uma estratégia para manter a parte física dos atletas. Trata-se do nadador Brandonn Almeida, único doente dos 40 que chegaram ao país na semana passada.

Desde o desembarque na Europa, o competidor cumpre isolamento. Com os exames, aguarda agora uma nova testagem para definir o futuro junto do grupo brasileiro.

O COB também aplicou o diagnóstico em todos que mantiveram contato com Brandonn: 100% dos resultados foram negativos. No momento, a delegação é composta por 143 integrantes, sendo 92 atletas, nas quatro bases do COB em Portugal.

Confira a nota do COB

"Resultado dos exames de Covid-19 em Portugal

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) informa que, após a realização de exames PCR com 40 membros que chegaram a Portugal no último fim de semana (8 e 9 de agosto), os resultados apontaram 39 resultados negativos. Desta forma, tais profissionais estão liberados para iniciarem suas atividades.

No entanto, um integrante na Missão Europa apresentou resultado positivo. Ele está assintomático e permanecerá isolado por 14 dias, onde encontra-se desde que chegou a Portugal, sendo monitorado diariamente pelo Departamento Médico da Missão. Após esse período, os exames serão refeitos. Estando tudo bem, ele será liberado para suas atividades.

Neste momento, a delegação brasileira é composta por 143 integrantes, sendo 92 atletas, nas quatro bases do COB em Portugal".

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?