Matheus Vargas promete empenho máximo no Fortaleza: "Vou honrar o manto"

Meia foi apresentado nesta terça-feira (10) e já treinou com a equipe no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú

Legenda: Matheus Vargas assinou contrato com o Fortaleza até 2021
Foto: Foto: Caio Ricard / SVM

Recém-chegado, o meia Matheus Vargas participou do 1º treino com a delegação do Fortaleza nesta terça-feira (10), em atividade no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú, e já apresentou as credenciais ao marcar um gol na atividade. Assinando contrato com o clube até 2021, o atleta de 23 anos afirmou que está muito feliz com a oportunidade de defender um time de Série A e prometeu empenho dentro de campo.

"Desde que (o Fortaleza) me procurou, apostou no meu futebol, estou muito feliz por essa oportunidade de vestir uma camisa tão grande. Pode ter certeza que vou honrar o manto", declarou.

Anunciado como reforço na última sexta (6), o jogador sentiu o calor da torcida um dia depois, na própria Arena Castelão, antes da bola rolar contra o Fluminense. Contratado para ser o meia armador do plantel, característica carente no elenco do técnico Zé Ricardo, Vargas definiu seu estilo de jogo como sendo uma camisa 10 que gosta de marcar gols.

"Eu gosto de jogar mais próximo do centroavante para construirmos juntos, fica mais fácil de pifar ele ou ter uma oportunidade de ter uma finalização de média distância. Gosto de jogar quase como um segundo atacante, mas minha armação quando vem de trás, também é muito boa. Posso ajudar a equipe a fazer essa articulação", explicou.

Legenda: Durante a atividade, Matheus Vargas marcou um gol na 1ª atividade com Zé Ricardo
Foto: Foto: Bruno Oliveira / Fortaleza

Antes do Leão, o meia estava atuando na Ponte Preta, pela Série B. Em 2019, entrou em campo 38 vezes, marcando seis gols. Como vinha jogando como titular no clube paulista, Matheus afirmou que a condição física está 100%, sendo a inscrição no BID o único empecilho para uma estreia no domingo (15), às 16 horas, na Arena Fonte Nova, contra o Bahia, pela 19ª rodada.

"Assim que cair o nome no BID, estou à disposição do professor (Zé Ricardo). Como vinha jogando na Ponte Preta, meu nível técnico está muito bom, então basta a coisas estarem prontas que vou estar preparado. Quando tiver chance, espero fazer o meu melhor futebol e conseguir o espaço", ressaltou.

Além da apresentação do meia, a atividade também marcou o retorno do atacante Ederson. Se recuperando de cirurgia, o centroavante começou os primeiros trabalhos com bola para voltar aos gramados.

Confira outros pontos da entrevista

Adaptação
"A dificuldade tem em todas as equipes que eu passar. Não é fácil, chegar e se encaixar na filosofia do Zé Ricardo. Vou fazer o meu melhor para agradar o professor e a torcida". 

Torcida
"Foi maravilhoso, é um momento único na minha carreira. Pela primeira vez na Série A. Estou preparado. Fiquei muito feliz. Ano passado joguei contra e vi que era uma coisa diferente. Espero honrar a camisa".

Disputa com Mariano Vázquez
"A disputa vai ser sadia. Não conheço o Mariano, mas isso depende muito da formação que professor utilizar. Com ele ou comigo, que a gente tenha um entrosamento bacana e possa ajudar o Fortaleza. Quem jogar vai ajudar o clube, a instituição é maior que nós dois".