Kelvin Hoefler, medalha de prata em Tóquio, alfineta Letícia Bufoni pós-olimpíada: "ficar de função"

Medalhista olímpico atribuiu a ausência de pódio da paulista ao foco

Legenda: Kelvin Hoefler conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: JEFF PACHOUD / AFP

A intriga envolvendo os skatistas da seleção brasileira de skate ganhou um novo capítulo na última quarta-feira (11). Kelvin Hoefler, medalha de prata no Skate Street, em Tóquio, voltou a alfinetar a skatista Letícia Bufoni, em entrevista ao podcast “Podpah”, atribuindo a ausência de pódio da paulista ao foco.

“Eu estava focado. Minha missão era ganhar os bagulhos. Se fosse para ficar de funçãozinha, eu ficava no Brasil, com os parceiros. Viajar 20 horas para ficar de função, mano? Não, eu fui lá pra ganhar o bagulho. O pessoal, tipo Letícia, estava tudo de função. O pessoal que estava de função não se deu muito bem.”, comentou o medalhista olímpico.

Kelvin Hoefler aproveitou para explicar o termo “ficar de função”, atribuído à Letícia Bufoni. De acordo com o skatista, a caracterização parte pela falta de concentração e foco na disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

“Não ficou concentrado para fazer o que você foi lá fazer. Eu tinha uma missão e fui fazer o bagulho. Eu foquei, eu estudei a pista porque eu tinha um objetivo. Eu fui para ganhar. A gente queria trazer essa medalha para o Brasil. Esse é o foco principal."

Hexacampeã dos X-Games, Letícia Bufoni respondeu às críticas de Kelvin Hoefler nas redes sociais. Em postagem no Twitter, a paulista questionou se "quase 10 mil atletas foram fazer "função" em Tóquio" por terem retornado para casa sem conquistar medalha olímpica.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte