Daniel Dias será porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento da Paralimpíada

O nadador é considerado o maior atleta brasileiro na história paralímpica

Daniel Dias mostra medalha de bronze
Legenda: Daniel Dias é o maior campeão da história da natação mundial na Paralimpíada
Foto: Miriam Jeske / CPB

Maior atleta brasileiro da história paralímpica, o nadador Daniel Dias terá mais uma missão antes de desfrutar oficialmente da aposentadoria: ser o porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento dos Jogos de Tóquio, marcada para domingo (5), às 8h (de Brasília).

Dono de 27 medalhas paralímpicas - sendo três delas conquistadas na capital japonesa - Daniel Dias levará a bandeira brasileira pela terceira vez. O nadador foi o porta-bandeira no encerramento dos Jogos de Pequim, em 2008, e na abertura de Londres, em 2012.

O anúncio foi feito pelo presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado, nesta sexta-feira (3), no Japão, em entrevista coletiva. "O porta-bandeira do Brasil, como não poderia deixar de ser, é uma homenagem ao maior de toda a história, o maior atleta da natação paralímpica mundial. O porta-bandeira que conduzirá o pavilhão brasileiro será o Daniel Dias", afirmou.

A apresentação final de Daniel Dias nas piscinas aconteceu na última quarta-feira  (1º), com o quarto lugar nos 50m livre. Em Tóquio, Daniel faturou três medalhas de bronze: nos 200m livre, nos 100m livre e no revezamento 4x50m livre misto 20 pontos.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte