Brasil bate Chile por 3 a 2 e se classifica para as quartas do Mundial

Seleção Brasileira Sub-17 tem dificuldades para vencer a equipe chilena, mas arranca vitória em noite de destaque de Talles Magno, que saiu machucado

A partida da Seleção Brasileira diante do Chile, pelas oitavas de final da Copa do Mundo Sub-17, esteve longe do futebol descontraído que poderiam apresentar os comandados de Guilherme Dalla Déa. O confronto com os chilenos, no Estádio Bezerrão, em Gama, no Distrito Federal, foi bem tenso do princípio ao fim. O Brasil venceu por 3 a 2, em partida nervosa até os últimos minutos. Mas apesar disso, classificou-se para as quartas de final do Mundial.

Kaio Jorge, com dois gols, foi o destaque da partida. Marcou ainda para o Brasil, Diego Rosa. Cruz marcou duas vezes para a seleção chilena.

Agora, a Seleção Brasileira espera pelo vencedor de Itália e Equador, em partida realizada hoje. A próxima fase, que será em Goiânia, acontece na próxima segunda-feira (11).

A classificação foi conquistada com muita dificuldade pelo Brasil de Dalla Déa. O problema principal do time foi ter cedido muito espaço para o Chile trabalhar a bola. Além disso, os jogadores brasileiros se mostraram nervosos, tanto na defesa quanto no ataque.

Sem contar que, às vezes, jogadores e comissão técnica não têm se entendido em campo. Exemplo disso foi visto na hora da cobrança de pênalti para o Brasil. O Camisa 10, Peglow, pegou a bola para bater. Mas uma ordem do técnico Guilherme Dalla Déa determinou que Kaio Jorge fosse o cobrador.

Peglow não escondeu a sua frustração com a ordem. No intervalo, o capitão Henri conversou com ele sobre o ocorrido para não deixar que o fato influenciasse no restante da partida.

Dúvida e desfalque

No fim do 2º tempo, Talles Magno sentiu dores e caiu no gramado. O atacante deixou o campo e passa a ser dúvida para as quartas de final. Os médicos da Seleção vão avaliá-lo. Diego Rosa, que marcou o 3º gol brasileiro, levou o 2º cartão amarelo e está suspenso.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte