WhatsApp divulga atalhos de teclado para computador e stickers sobre vacinação contra Covid

Atalhos funcionam para versões nos sistemas Mac e Windows, em aplicativo de desktop e navegadores

WhatsApp web sendo conectado em computador
Legenda: Os atalhos servem tanto para o aplicativo quanto para navegadores, e contemplam funções variadas.
Foto: Shutterstock

O aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp divulgou, nesta quarta-feira (7), listas de atalhos para teclado com códigos para ativação de funções. A novidade vem um dia depois de anúncio de pacote de figurinhas sobre a vacinação contra a Covid-19, feito em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

No Twitter, a rede social divulgou uma lista com atalhos para uso no modo desktop em computadores Mac e Windows. Os comandos servem tanto para o aplicativo quanto para navegadores, e contemplam funções variadas.

Os atalhos contemplam as funções "marcar como não lido", "arquivar conversa", "fixar/desafixar", "procurar no chat", "novo grupo", "configurações", "silenciar conversa", "apagar conversa", "procurar na lista de conversas", "nova conversa", "abrir perfil" e "retornar espaço".

Os comandos referidos estão na lista verde claro para aplicativo desktop em Mac; rosa para navegador Mac; verde escuro para aplicativo desktop em sistemas Windows; e turquesa para navegadores de Windows.

Figurinhas com tema Covid-19

Já nessa terça-feira (6), a empresa anunciou o pacote de stickers "Vacinas para todos". "Esperamos que estas figurinhas ofereçam um modo divertido e criativo de expressar não só a alegria, o alívio e a esperança com as possibilidades trazidas pelas vacinas contra a COVID-19, mas também a gratidão aos profissionais de saúde, verdadeiros heróis que continuam trabalhando para salvar vidas durante estes tempos difíceis", afirmou a empresa.

Stickers do WhatsApp sobre vacinação
Legenda: Pacote de figurinhas já está disponível no aplicativo.
Foto: divulgação/WhatsApp

O WhatsApp afirma ter firmado, desde o início da pandemia, parcerias com mais de 150 governos municipais, estaduais e federais, além de organizações, como a OMS e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para oferecimento de canais de apoio sobre o novo coronavírus.

A ação, ainda segundo a plataforma, visa a conectar os mais de 2 bilhões de usuários a "recursos e informações precisas", pontuando que mais de 3 bilhões de mensagens foram enviadas por esses canais, os quais, estão sendo usados por governos "para se conectar diretamente com os cidadãos".

"Queremos ajudar os governos e as organizações internacionais a alcançar o maior número possível de pessoas ao redor do mundo com informações e serviços ligados à vacinação, especialmente pessoas em locais de difícil acesso ou pertencentes a grupos marginalizados", ressaltou a companhia, frisando a dispensa de taxas cobradas pelo envio de mensagens por meio da API da versão Business.