Suspeita de envenenar enteados, madrasta postava vídeos de melhoras e oração para os jovens

Em março, Fernanda Carvalho Cabral, de 22 anos, teve os mesmos sintomas do irmão, Bruno. Ficou internada, mas não resistiu

Madrasta suspeita de envenenar enteados
Legenda: Madrasta suspeita de envenenar enteados com chumbinho foi presa no Rio
Foto: Reprodução/RJTV

Suspeita de envenenar a comida que serviu aos enteados por ciúmes dos filhos do marido, Cíntia Mariano Dias Cabral, de 49 anos, já apareceu em vídeos orando e desejando melhoras para as vítimas. 

Após o enteado, um estudante de 16 anos, dar entrada em um hospital com sintomas de envenenamento, ela foi presa pela Polícia Civil nesta sexta-feira (20) no Rio de Janeiro.

Enteada internada

Ainda em março, a irmã dele, Fernanda, precisou ser entubada após sentir um mal-estar e dificuldade para respirar. 

Com a piora do quadro, no dia 21 do mesmo mês, Cíntia postou um vídeo com uma música religiosa, uma foto da enteada e a mensagem " Você vai vencer! Eu creio!".

No dia 22, ela fez quatro postagens. Sempre com orações, mensagens de fé e esperança e a certeza de que Fernanda se restabeleceria.

Em uma delas, Cíntia postou uma foto em que aparece ao lado do marido, Adeilson, do enteado Bruno, e do namorado de Fernanda. "Todos os familiares e amigos à sua espera. Força Nana, todos por você sempre", escreveu.

Dois dias depois, a mulher fez uma nova postagem dizendo que Fernanda não era fraca e ia conseguir vencer o seu mal-estar. 

Fernanda Carvalho Cabral morreu no dia 27 de março.

Depoimentos 

Uma filha de Cíntia disse em depoimento que a mãe "ficou rindo" ao servir feijão envenenado ao jovem que segue internado.

De acordo com o depoimento, ele chegou a estranhar o sabor da refeição, mas a madrasta riu e colocou mais do alimento no prato.

Também em depoimento, outro filho da acusada afirmou que a mãe admitiu ter colocado chumbinho no feijão que seria servido ao enteado, com intuito de matar o rapaz. As informações são do Extra.

Ciúmes do filho do namorado

Investigações apontam que os crimes teriam sido praticados pela madrasta por ciúmes dos filhos do marido, que moravam com o casal.

"Ainda restam algumas diligências, como a exumação do corpo da Fernanda, para podermos concluir que ela foi a responsável pelo envenenamento dos dois jovens, em circunstâncias semelhantes" afirmou o delegado Flávio Rodrigues, responsável sobre o caso.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados