Carnaval 2022: Desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e São Paulo são adiados para abril

Prefeitos decidiram em conjunto adiamento em virtude do avanço da Covid-19

sambódromo vazio
Legenda: Feriado de Tiradentes marcará o dia dos desfiles principais
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

As Prefeituras do Rio de Janeiro e de São Paulo decidiram, em reunião  nesta sexta-feira (21), adiar os desfiles das escolas de samba do Carnaval 2022 para abril. As gestões assinaram nota conjunta, atribuindo a decisão ao avanço da variante Ômicron e a alta transmissão de Covid-19. 

Ambas as cidades já haviam cancelado também o carnaval de rua, assim como outras metrópoles do país. As informações são do g1

“Orientados pelos secretários de saúde, otimistas que estão com a evolução dessa cepa nova da pandemia, acompanhando o resto do mundo de diminuição, entendemos que é prudente adiarmos para o feriado de Tiradentes em abril. Estamos confirmando a realização do carnaval em abril…decidimos adiar pro feriado do 21 de abril, tanto do Rio quando em São Paulo", afirmou Eduardo 

Feriado

Apesar da transferência de datas, o feriado do carnaval será mantido na capital carioca, por ser nacional. Paes ainda informou à GloboNews que o carnaval de rua será analisado novamente.

Confira as novas datas do Desfile das Escolas de Samba

  • Quarta-feira 20 de abril - Primeiro dia da Série A
  • Quinta-feira 21 de abril - Segundo dia da Série A
  • Sexta-feira 22 de abril- Primeiro dia do grupo especial
  • Sábado 23 de abril - Segundo dia do grupo especial
  • Domingo 24 de abril - Desfile das Crianças
  • Sábado 30 de abril - Desfile das Campeãs

Leia nota conjunta:

As prefeituras do Rio e de São Paulo, sob a orientação de seus secretários de Saúde, optaram por adiar a realização dos desfiles das Escolas de Samba para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em abril. A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de COVID-19 no Brasil e a necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional.

O adiamento do carnaval foi decidido após uma reunião na noite desta sexta-feira, por videoconferência, em que estiveram presentes o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, o secretário de Saúde carioca Daniel Soranz, o secretário de Saúde paulistano Edson Aparecido, além dos presidentes das Ligas de Escolas de Samba de ambas as cidades.

Maiores informações sobre a nova programação do carnaval serão divulgadas em momento oportuno.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil