Arquiteto que trocou de noivo 24h antes do casamento acusa ex-companheiro de golpe

Éder Meneghine e Dyl Reis casariam no último dia 8 de setembro, mas união foi cancelada

Legenda: Dyl Reis (primeira foto) é acusado por Éder de ter tentado golpe antes do casamento
Foto: reprodução/arquivo pessoal

O quase casamento entre o arquiteto Éder Meneghine, de 60 anos, e Dyl Reis, de 23, está sob investigação da polícia no Rio de Janeiro. Éder acusa o ex-companheiro de tentar dar um golpe no restaurante que possui, mas Dyl nega.

A história veio a público com a notícia de que o arquiteto havia trocado de parceiro 24h antes do casamento. No entanto, após a divulgação, Dyl informou que ele teria sido o responsável pelo término da união.

Segundo o jornal Metrópoles, Dyl chegou a afirmar que Éder tomou os presentes recebidos pelo casamento de volta. Entretanto, à mesma publicação, o arquiteto negou a questão e ainda pontuou que teria sido roubado pelo ex-namorado.

No dia 7 de setembro, horas antes da cerimônia, um boletim foi registrado por Éder na polícia. "Não falei isso para ninguém, preservei até agora", contou ao jornal.

O arquiteto chegou a comentar que moveria um processo contra Dyl, porém desistiu de acionar a Justiça para uma tentativa de acordo entre os dois.

Tentativa de golpe

Ainda conforme as informações de Éder, o ex-companheiro teria trocado a máquina de crédito e débito do restaurante do arquiteto. O novo aparelho teria sido ligado diretamente a uma conta bancária de Dyl.

"Ele trocou a máquina do restaurante pela máquina dele. Ele tinha R$ 17 mil só do faturamento do fim de semana. Você acha isso normal?", declarou ao Metrópoles

Segundo o arquiteto, a quantia foi devolvida e o caso teria sido encerrado após recomendação do advogado. Agora, a tentativa seria de um acordo de paz entre os dois, mas Dyl nega as acusações.

“Achei um abuso muito grande de autoridade", afirma Dyl sobre ter sido escoltado de casa pela polícia após o boletim registrado. 

Casamento inusitado

O arquiteto e empresário decidiu trocar de noivo na véspera do casamento após um desentendimento com o então companheiro. Com a mudança,escolhido para subir ao altar foi o antigo namorado, o chefe de cozinha Hugo Oliveira, 44, com quem viveu 16 anos. 

A cerimônia inusitada ocorreu no último dia 7 de setembro, no restaurante Solar das Palmeiras Rio, na Ilha da Gigóia, Zona Oeste da cidade carioca, onde Meneghine também reside em uma área de dois mil metros quadrados de jardim. 

Meneghine planejou a festa por mais de dois meses e afirmou ter investido R$ 250 mil em decoração, estrutura e serviços para celebrar o casamento. Os 120 convidados, inclusive, receberam o convite contendo o nome do mineiro de 23 anos.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados