Estudo aponta que a CoronaVac é 67% efetiva na prevenção da infecção sintomática por Covid-19

Realizado pelo Ministério da Saúde do Chile, o estudo foi divulgado nesta sexta-feira (16)

Frasco da CoronaVac
Legenda: De acordo com estudo, a CoronaVac é 67% efetiva na prevenção da infecção sintomática pelo novo coronavírus
Foto: Agência Brasil

Relatório elaborado pelo Ministério da Saúde do Chile aponta que a CoronaVac é 67% efetiva para a prevenção da infecção sintomática do novo coronavírus. O estudo foi divulgado nesta sexta-feira (16). As informações são do jornal O Globo

De acordo com a pesquisa, o imunizante também tem efetividade de 80% para evitar as mortes por Covid-19 e reduzir em 85% as internações pela doença.

A análise ocorreu entre 2 de fevereiro e 1 de abril últimos. Ao todo, 10,5 milhões de pessoas foram analisadas durante o estudo, incluindo as vacinadas e as que ainda não haviam recebido a dose da CoronaVac. 

Durante coletiva de imprensa para divulgar os dados, o ministro da Saúde do Chile, Enrique Paris, disse que os números “devem transmitir tranquilidade ao país”.