Astronauta da Nasa será a primeira mulher negra a participar de missão na estação espacial

Jessica Watkins tem doutorado em Geologia e começou na agência ainda como estagiária

Astronauta Jessica Watkins com roupa da Nasa em frente a bandeiras dos EUA e da Nasa
Legenda: Jessica Watkins foi selecionada como candidata ao cargo em 2017
Foto: divulgação/Nasa

A astronauta Jessica Watkins, da Nasa, a agência espacial norte-americana, será a primeira mulher negra na tripulação da Estação Espacial Internacional. A instituição anunciou, nessa terça-feira (16), que a profissional deve ir ao espaço em abril de 2022, na missão SpaceX Crew-4, de longo prazo.

Conforme o portal CNN, Jessica Watkins foi selecionada como candidata ao cargo em 2017. Desde então, ela tem se preparado para a sua primeira missão espacial.

Watkins estará a bordo com os astronautas Kjell Lindgren e Bob Hines, da Nasa, e Samantha Cristoforetti, da Agência Espacial Europeia (ESA). 

Esse é o quarto voo de rotação da tripulação da nave Crew Dragon rumo à Estação Espacial Internacional, segundo a Nasa. A equipe sairá da Terra no foguete SpaceX Falcon 9, saindo do Kennedy Space Center da Nasa em Merritt Island, na Flórida.

De acordo com a agência, os astronautas passarão seis meses conduzindo pesquisas científicas no laboratório de microgravidade da Estação Espacial Internacional.

Quem é Jessica Watkins

A astronauta frequentou a Universidade Stanford, na Califórnia, e se graduou no bacharelado em Ciências Geológicas e Ambientais. Posteriormente, concluiu doutorado em Geologia na Universidade da Califórnia, em Los Angeles.

“A Geologia me permitiu estudar a superfície de outro planeta e, particularmente, olhar para Marte, que era minha paixão”, afirmou ela em vídeo divulgado pela Nasa.

Watkins já tem relação com a Nasa há anos, tendo começado sua carreira na agência ainda como estagiária. Além disso, ela já trabalhou no Ames Research Center da Nasa em Mountain View, e no Jet Propulsion Laboratory, em Pasadena, ambos localizados em território californiano.

A profissional foi membro da equipe científica do Laboratório de Ciências de Marte durante a construção do Rover Curiosity. O cargo foi ocupado enquanto ela trabalhava como pós-doutoranda na Divisão de Ciências Geológicas e Planetárias do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena.

Conquista

Após a divulgação do novo papel de Jessica, vários dos colegas dela a parabenizaram pela conquista.

Legenda: Membros da Nasa parabenizaram Watkins pela conquista
Foto: reprodução/Twitter
Legenda: Membros da Nasa parabenizaram Watkins pela conquista
Foto: reprodução/Twitter

"Mais tartarugas no espaço! Parabéns à minha amiga e colega de equipe, Jessica Watkins. Ela será uma companheira de tripulação incrível para @SpaceX Crew-4", escreveu o astronauta da Nasa Jonny Kim no Twitter.

Os elogios também vieram de Kathy Lueders, líder do programa de voos espaciais humanos da Nasa como administradora associada do Diretório de Missão de Operações Espaciais.

Pessoas negras e pioneiras

A conquista de Watkins se deu após incontáveis pessoas negras trabalharem no ramo ao longo do último meio século.

Em 1995, após décadas no recrutamento de minorias e mulheres para serem astronautas, o dr. Bernard Harris Jr. se tornou a primeira pessoa negra a caminhar no espaço.

Já a dra. Mae Jemison se tornou a primeira mulher negra no espaço a bordo do Ônibus Espacial Endeavour. O feito ocorreu em 1992.

Já em 2013, o  deputado legislativo do Senado dos Estados Unidos Victor Glover Jr. foi selecionado como astronauta, tornando-se o primeiro homem negro a cumprir uma missão de longa duração na tripulação da Estação Espacial Internacional. Ele foi membro da equipe de 15 de novembro de 2020 a 2 de maio deste ano.


Assuntos Relacionados