Mulher e criança morrem após lagoa transbordar e galerias se romperem no Piauí

Com o transbordamento, as galerias de esgoto se romperem em um clube particular abandonado, em Teresina, deixando duas pessoas mortas e cercas de 30 feridos

A forte chuva que caiu em Teresina (PI) na noite desta quinta-feira (4) deixou duas pessoas mortas, segundo o Corpo de Bombeiros. As vítimas, ainda não identificadas, são uma mulher com idade entre 50 e 60 anos e uma criança de dois anos.  

A tragédia aconteceu após uma lagoa transbordar e galerias subterrâneas se romperem em um clube particular abandonado no bairro Parque Rodoviário, na zona sul da cidade, próximo ao rio Poti. 

"Há cerca de 30 feridos que foram encaminhados a HUT (Hospital de Urgência de Teresina)", informou um oficial do Corpo de Bombeiros ao site local 180 Graus. 
Segundo o portal Piauí Hoje, cerca de 30 casas foram atingidas pela correnteza que se formou com força da água. 

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, esteve no local, onde falou com a imprensa e afirmou que vai apurar a responsabilidade pelo ocorrido. 

"Aparentemente era um clube privado que estava abandonado e que, ao longo do tempo, formou uma espécie de uma lagoa, que, infelizmente, gerou essa tragédia. 

Nós vamos apurar, acho que ainda é muito cedo, as informações ainda são muito desencontradas, mas nós vamos apurar todos os detalhes para saber exatamente o que aconteceu. E buscar, obviamente, as responsabilidades", disse Firmino ao site local 180 Graus.

Firmino Filho também afirmou que assistentes sociais vão cadastrar as famílias atingidas pela tragédia e que a prefeitura trabalha para "minimizar uma dor gigantesca que não tem como acabar." 

No meio da tarde, Firmino Filho já havia decretado estado de emergência em decorrência das fortes chuvas ocorridas nos últimos dias e do aumento do volume dos rios que cortam a cidade.