Uma Copa que não me anima

Confira a coluna desta segunda-feira (24) do comentarista Wilton Bezerra

Taça da Copa do Brasil
Legenda: A Copa do Brasil é uma das principais competições do calendário nacional de 2022
Foto: divulgação / CBF

Os interesses de Fifa, Conmebol e CBF estão acima da questão esportiva.

Os objetivos são, de forma bem clara, prestígio político e grana, muita grana.

Essa Copa do Brasil, promovida pela CBF, é uma prova disso.

Dizer que uma competição só é verdadeiramente nacional, se contar com clubes de todos os recantos do país, é um dos guizos falsos para justificar a Copa do Brasil.

De resto, já se sabe: Copa eleitoreira, falso "tudo por dinheiro", carnavalesca e de regulamento infame.

Funciona como uma espécie de distribuição de benesses, por parte do poder para os mais necessitados.

O mais deprimente é engolir esse engodo e anunciá-lo como a competição "mais democrática do país".

Nada mais falso, quando se sabe que seu regulamento é opressor.