Ceará merecia a vitória contra o Internacional

Veja a análise de Wilton Bezerra

Marlon tenta conduzir bola para o Ceará
Legenda: Ceará e Internacional na Arena Castelão
Foto: Kid Júnior

Em matéria de intensidade, Ceará e Internacional mereceram o selo de qualidade, no 0 X 0 do Castelão.

Só que a sobra positiva favoreceu mais ao alvinegro.

Alterando o time do meio-campo para frente, Tiago Nunes só errou em limitar a movimentação, de uma área a outra, de Fernando Sobral, colocando-o como volante mais recuado.

Vina jogou mais próximo de Cléber e Airton apareceu numa linha de apoio ofensivo, com Marlon e Kelvin.

Espaço para jogar só mesmo à prestação.

No balanço das chegadas, com possibilidades de gol, o pequeno saldo foi do Ceará.

Na fase final, depois dos 30 minutos, o acossado foi o Inter.

Cléber acertou bola na trave e, logo depois, cabeceou para Daniel, do Internacional, realizar uma grande defesa.

Luiz Otávio fez uma belíssima partida, acompanhado de Cléber, no segundo tempo.

Nas alterações, o treinador do Ceará errou, de novo, em torno de Fernando Sobral, ao substituí-lo.

Nas demais mexidas, foi coerente.