Vitória coral em clássico é demonstração de força

Legenda: O Ferroviário venceu o Ceará com um gol nos acréscimos
Foto: KID JUNIOR

O Ferroviário venceu o Clássico da Paz por 2 a 1 na abertura da 2ª Fase do Campeonato Cearense, partida que também marcou a estreia do Ceará no Estadual. E a vitória coral conquistada no CT do Ceará, em Itaitinga, com gol nos acréscimos é demonstração de força do Ferrão, que vem conseguindo resultados notáveis em 2021 após reformulação.

O grupo foi reformulado após a participação decepcionante na Série C do Brasileiro, com um novo grupo formado e Francisco Diá como técnico. Foram poucos dias de preparação até a estreia na Fares Lopes de 2020 ainda em janeiro, mas o Ferrão foi campeão vencendo o Icasa. Era a vaga na Copa do Brasil de 2021 garantida.

Quase paralelamente, o time coral jogou a curtíssima 1ª Fase do Estadual e também foi campeão, vencendo o Caucaia na última rodada, garatindo mais uma vaga na Copa do Brasil, agora em 2022. 

Participar de duas edições seguidas da Copa do Brasil indica cotas importantes garantidas - em torno de R$ 1 milhão somando a primeira fase das duas competições - e uma visibilidade nacional. 

As duas campanhas seriam colocadas à prova quando a 2ª Fase do Estadual começasse, com as entradas dos favoritos Ceará e Fortaleza, e pelo menos na 1ª prova, o time coral foi bem, vencendo o Vovô.

Para animar

Em que pese o time muito modificado do Alvinegro, com o técnico Guto Ferreira escalando uma formação diferente dos dois jogos na Copa do Nordeste e com estreias como de João Carlos, Jordan e Jael, ainda assim era o Ceará com toda sua força e qualidade, com o time coral mostrando a que veio, podendo sonhar com uma vaga nas semifinais sem sustos e buscar uma vaga na decisão do Estadual e quem sabe, quebrar o jejum de 25 anos sem título cearense. Claro que ainda terão mais 6 rodadas, incluindo um Clássico das Cores diante do Fortaleza, mas a torcida coral pode se animar: o time é guerreiro e tem padrão.

Diá já mostra que tem o time coral na mão e o torcedor coral sem dúvida quer que a célebre frase do técnico faça valer mais uma vez: "meu time é que nem novela, melhora nos últimos capítulos".