Análise: Ceará joga na altitude de forma inteligente, vira no 2º tempo e encaminha vaga

Vozão vence por 2 a 1 com autoridade e joga por um empate no Castelão no dia 6 para avançar às quartas de final da Sul-Americana

Legenda: Erick fez um bom jogo em La Paz e marcou o primeiro do Ceará no jogo
Foto: Felipe Santos / Ceará SC

Jogar na altitude de La Paz não é fácil. Exige inteligência, dosagem de energias, resiliência defensiva e principalmente, coragem para atacar quando o receio de faltar perna no fim do jogo pesa. E o Ceará fez tudo isso na noite desta quarta-feira, conseguindo um resultado histórico contra o The Strongest, ao vencê-lo de virada no Hernando Siles por 2 a 1, pelas Oitavas de Final da Copa Sul-Americana.

A vitória alvinegra é ainda mais marcante por ser de virada, no 2º tempo, onde normalmente as equipes visitantes estão esgotadas fisicamente e são pressionadas  pelos mandantes bolivianos. Soma-se a isso, o gol sofrido com 3 minutos de jogo, aumentando o temor por um resultado irreversível no jogo de volta no Castelão.

Com a cabeça

Mas o Vozão teve a cabeça no lugar para não se desesperar com o gol cedo, e controlou o jogo na 1ª etapa da forma que foi possível.

A trinca de volantes formada por Fernando Sobral, Richardson e Geovane esteve bem, dando sustentação defensiva no meio. 

E lá atrás, a dupla de zaga Luiz Otávio e Messias fez uma bela partida, segura no jogo aéreo, sempre difícil de ser contido na altitude.

O Ceará no conjunto fez um 1º tempo inteligente, jogando em bloco, mais compactado, sem correr grandes distâncias à toa. Até os atacantes, Erick, Lima e Vina, tentaram tabelas entre si, mas cadenciando o jogo. 

Era importante não sofrer mais gols no 1º tempo e goleiro Vinícius Machado tratou de realizar defesas difíceis no fim da etapa inicial, ele que tinha a dura tarefa de substituir João Ricardo.

 

 

Virada

Era natural que o Ceará sofresse pressão do time boliviano no início da 2º etapa, passando alguns apertos. 

Mas as entradas de Nino Paraíba e Yuri Castilho após o intervalo, aos poucos foram surtindo efeito, com o Vovô conseguindo ser mais perigoso e efetivo na segunda etapa.

O time foi corajoso, saiu para o jogo - mais ofensivo com a entrada de Zé Roberto - e o recompensado. Primeiro, aos 30 minutos, Geovane deu excelente passe para Erick empatar.

Minutos depois, Yuri Castilho e Messias tiveram chances para virar o jogo, mas na primeira o goleiro salvou e na segunda, Triverio salvou em cima da linha.

Foi quando em erro na saída de bola do The Strongest, Zé Roberto aproveitou e marcou o segundo do Vozão.

Após o gol, o time da casa foi para o desespero e ainda teve uma chance em cobrança de falta que Vinícius fez bela defesa, garantindo o resultado.

 

Legenda: O Ceará conquistou uma vitória histórica em La Paz pela Copa Sul-Americana
Foto: Felipe Santos / Ceará SC

 

Ao fim da partida, a comemoração dos jogadores alvinegros era efusiva após uma vitória heróica, assim como o choro do goleiro Vinícius Machado, pela grande partida que fez.

Pontos para o treinador

Os jogadores do Vozão foram ao limite e conseguiram um resultado, que teve muito da ousadia do técnico Marquinhos Santos. Ele lançou o time ao ataque no 2º tempo, quando 90% dos treinadores recuaria o time para conter os danos de uma derrota mínima na altitude.

Legenda: O técnico Marquinhos Santos foi ousado ao lançar o atacante Zé Roberto na metade do 2º tempo tirando um volante, sendo recompensado com a virada
Foto: AIZAR RALDES / AFP

 

Mas ao tirar Fernando Sobral e lançar Zé Roberto aos 20 minutos do 2º tempo, mudou os rumos do jogo. Uma primeira vitória simbólica para o treinador, que já vinha sendo criticado pela torcida.

Por fim, a vitória encaminha a vaga para as Quartas de final, já que um empate é suficiente no Castelão no dia 6. E para um time que está sonhando com um título continental, e venceu todas as 7 partidas que fez até então na Sul-Americana, é uma vantagem e tanto.