Sarto diz que há chance de não aumentar passagem de ônibus: "Estamos buscando"

Decisão deve ser tomada, no máximo, até o início de janeiro, afirmou

Prefeito Sarto
Legenda: Prefeito esteve no Bom Dia Ceará, da TV Verdes Mares, e no Programa Paulo Oliveira, da Rádio Verdes Mares
Foto: Fabiane de Paula/Diário do Nordeste

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, disse hoje (22), que a gestão municipal está analisando maneiras para, novamente, manter o preço da tarifa de ônibus em 2022. As passagens estão congeladas desde 2019, com o valor de R$ 3,60 para a inteira e R$ 1,60 para a meia.

"Vamos ter que rediscutir essa questão com muita tranquilidade e transparência, até porque a crise do transporte público é nacional. Na Bahia, quebrou o sistema e o Governo teve que interferir. O nosso esforço será de preservar o não aumento da passagem. Estamos procurando fórmulas junto com o governador (Camilo Santana) de preservar o preço da passagem", disse, em entrevista ao Programa Paulo Oliveira, da Rádio Verdes Mares.

Sarto ressaltou que a manutenção dos preços em meio ao quadro da pandemia só foi possível por conta de subsídios públicos. 

"Estamos há 3 anos sem aumento da tarifa do transporte público. O Governo (do Estado) e a prefeitura subsidiaram o transporte público em R$ 48 milhões neste ano. Se não fosse isso, a passagem teria aumentado", comentou.

Decisão próxima

Mais cedo, no Bom Dia Ceará, da TV Verdes Mares, o chefe do executivo municipal afirmou que a decisão sobre o reajuste ou o congelamento da tarifa do transporte coletivo deverá ser tomada ainda neste ano ou, no mais tardar, no início de janeiro.

"Eu quero definir logo esse ano, ainda em dezembro ou por mais que tarde, no início de janeiro. A gente já tem feito vários estudos e existem decisões que não podem ser adiadas. Tem coisas que temos que fazer lamentavelmente", ponderou o prefeito.



Assuntos Relacionados