Ceará encerra 2021 com a 2ª gasolina mais cara do Nordeste; veja ranking

Ano de 2021 registrou aumento recorde no preço dos combustíveis

Imagem mostra um carro sendo abastecido de combustível.
Legenda: Somente dois estados no Brasil encerram o ano com a gasolina acima de R$ 7
Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Mesmo com a recente e tímida queda no preço da gasolina, o Ceará encerra o ano com a segunda cotação mais alta para o combustível entre os estados do Nordeste, conforme dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo).

Com o preço médio de R$ 6,82, o Estado fica abaixo apenas do Piauí, cujo litro custa, em média, R$ 6,86. A gasolina mais barata do Nordeste é vendida no Maranhão, por R$ 6,43.

Veja ranking da gasolina no Nordeste

  1. Piauí: R$ 6,86
  2. Ceará: R$ 6,82
  3. Rio Grande do Norte: R$ 6,76
  4. Bahia: R$ 6,70
  5. Pernambuco: R$ 6,62
  6. Sergipe: R$ 6,62
  7. Alagoas: R$ 6,53
  8. Paraíba: R$ 6,49
  9. Maranhão: R$ 6,43

Cenário nacional

Nacionalmente, o título de gasolina mais cara neste encerramento de 2021 pertence ao Rio de Janeiro, onde o combustível é encontrado por R$ 7,16.

Somente outro estado fecha o ano com a gasolina acima de R$ 7 na média. No Acre, o litro é comercializado por R$ 7,03.

Quando se considera o preço máximo registrado, o Rio de Janeiro também lidera, com R$ 7,90.

Ano de fortes altas

O arrefecimento nos preços nesta reta final de 2021 está longe de compensar os aumentos acumulados ao longo do ano. A gasolina e os demais combustíveis derivados de petróleo bateram sucessivos recordes nas bombas, impactando sobremaneira os consumidores.

A Petrobras reajustou a gasolina mais de 15 vezes no ano, o que acarretou majorações na ordem de 50%.



Assuntos Relacionados