Baturité recorre contra cancelamento de festa; setor produtivo manifesta apoio ao evento

Empresários da região defendem a continuidade da festa pelo estímulo econômico que ela geraria em diversos setores

Legenda: Baturité

A Prefeitura de Baturité recorreu, nesta sexta-feira (29), ao Tribunal de Justiça, da decisão judicial que suspendeu a festa pública em comemoração aos 164 anos de emancipação no município do Maciço. A gestão argumenta que a decisão liminar foi proferida, a pedido do Ministério Público, sem ouvir o Município e solicita o cancelamento da decisão e retomada do evento. 

As festividades estavam marcadas para o período de 7 a 9 de agosto e reuniam atrações de renome nacional como Bell Marques, Padre Fábio de Melo e a banda Limão com Mel. A alegação para o pedido foi o gasto de R$ 750 mil com as atrações.

Após a decisão judicial, entidades representativas do setor produtivo na Região lançaram notas em apoio à realização da festa, tendo em vista o incremento do fluxo turístico na região, gerando lazer, emprego e renda, principalmente para o setor do comércio e de hotelaria.

Prejuízo à economia

Atualmente, a rede hoteleira local, que fica próxima à cidade de Guaramiranga, está com reservas esgotadas para o período e os empresários do setor temem prejuízos caso se confirme o cancelamento.  

“Muitos comerciantes estão com o estoque de produtos cheio para fornecer principalmente alimentação e bebidas. Uma festa como essa movimenta o transporte, o comércio, o turismo e o lazer da população. Além do mais, o Município encontra-se rigorosamente com suas obrigações em dia. Não há motivo para isso”, diz a esta Coluna o representante jurídico da Prefeitura, Edson Luís Monteiro Lucas. 

A CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) local disse clamar “para que a economia local não seja prejudicada com o abrupto cancelamento, que impede o fomento do emprego e da renda no município”. 

Segundo o prefeito Herberlh Mota, a cidade espera, para o período de três dias, um fluxo de 60 mil visitantes com impacto capaz de gerar ocupação para três mil pessoas, direta e indiretamente. 



Assuntos Relacionados