Com atividades em várias frentes, veja como estão as obras da Transnordestina no Ceará

Perspectiva foi apresentado pelo presidente do Conselho de Infraestrutura da Fiec, Heitor Studart, que destacou, também, as previsões de conclusão para o TUP Nelog, também para dezembro de 2025

Legenda: Conclusão das obras da Transnordestina deve impulsionar movimentação de cargas no Porto do Pecém
Foto: Natinho Rodrigues

As obras da ferrovia Transnordestina estão a todo vapor e já contam com uma nova previsão de conclusão: dezembro de 2025. O empreendimento ainda deverá contar com a inauguração, no mesmo período, do Terminal Portuário de Uso Privado (TUP) da empresa Nordeste Logística (Nelog), que integrará os modais aquaviário, rodoviário e ferroviário.

As perspectivas foram confirmadas pelo presidente do Conselho Temático de Infraestrutura da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Coinfra), Heitor Studart. 

Atualmente, os trechos entre as cidades de Trindade (PE) e Eliseu Martins (PI), com 300 km no total; Salgueiro (PE) e Milagres (CE); e Piquet Carneiro (CE) ao Porto do Pecém, estão sendo tocados separadamente e seguindo licitações próprias. 

O trecho Trindade — Eliseu Martins já estaria com 50% das obras concluídas, segundo Studart. Já o segmento entre Salgueiro - Milagres estaria com obras entre as cidades de Missão Velha e Piquet Carneiro, com cerca de 200 km. 

Depois de chegar em Piquet Carneiro, faltaria apenas finalizar as obras até o Porto do Pecém, que teria um total de 508 km de ferrovias. Esse último trecho, no entanto, deve ter o início das obras apenas no fim de 2023, com previsão de conclusão para dezembro de 2025. 

Integração ao terminal  

O projeto deverá, como havia sido previsto, integrar à rodovia ao TUP Nelog, por onde devem passar granéis sólidos, minérios de ferro, e commodities agrícolas em direção ao escoamento pelo Porto do Pecém. 

Só o terminal deverá incrementar em 600 navios por ano a movimentação no Porto do Pecém, segundo nossos estudos. Ainda temos a possibilidade de, ao se conectar com a Norte-Sul, poderemos escoar parte da soja que vem do Centro-Oeste, até porque parte já sai pelo Maranhão, mas não consegue escoar tudo"
Heitor Studart
Presidente do Coinfra

Cronograma previsto

O presidente do Coinfra da Fiec ainda ressaltou que as obras do TUP Nelog deverão se iniciar em janeiro de 2023. A empresa está aguardando a liberação da licença ambiental, que deverá ser confirmada até dezembro deste ano. 

Com a documentação consolidada, Heitor Studart afirmou que a intenção é que o TUP Nelog esteja pronto para operar no mesmo período da conclusão das obras da Transnordestina, em dezembro de 2025.  

"O conselho da Fiec fez um debate técnico sobre a infraestrutura da Transnordestina e da Nelog e as coisas já estão bem encaminhadas na ferrovia. Para o Terminal, toda a parte de desapropriação e licenciamento já está resolvido", disse Heitor.