Rod Bala diz que ganhou mais dinheiro na paralisação dos eventos do que em um ano comum

Produtor musical é responsável por trabalhos musicais de nomes como Wesley Safadão e Márcia Fellipe

Produtor musical Rod Bala é conhecido por ser atuante em trabalhos com forró
Legenda: Produtor musical Rod Bala é conhecido por ser atuante em trabalhos com forró
Foto: Romilson Sales/Divulgação

coronavírus parou o setor de eventos de forma agressiva. A maioria dos estados decretou a proibição de qualquer tipo de festa para quebrar aglomerações. A saída para cantores de forró e sertanejo foi viver de lançamentos nas plataformas digitais. Nesse mercado quem saiu ganhando foi o produtor musical Rod Bala. Em entrevista à coluna, ele declarou ter que ganhou mais dinheiro na paralisação das festas do que em um ano comum de eventos

"A produção musical triplicou na pandemia. Então, eu ganhei três vezes mais do que eu ganhava com lives, CDs e tal. A galera correu para o estúdio trabalhar e lançar", enfatizou Rod Bala. O produtor musical assina projetos musicais de nomes como Wesley Safadão e Márcia Fellipe.

Com a alta procura do trabalho voltado aos aplicativos de streaming, Rod Bala criou — em parceria com uma empresa estrangeira e empresários de música — uma distribuidora digital com sede no Ceará. 

Com olhar para o mundo do direito autoral, a coluna questionou a Rod Bala se isso não afetou a relação dele com Wesley Safadão. Os dois trabalham  juntos desde quando o cantor cearense ainda era apresentado como banda Garota Safada. 

"O Wesley apoiou, né? Ele me apoia na decisão. Até por que chega o momento que você precisa de novos artistas. A gente vive esse momento. A gente também quer ajudar o ritmo a crescer, o forró a crescer, o Nordeste a crescer. Não é só forró. Na Bahia, tem o arrocha, no Recife, o brega funk, tem o tecno brega no Norte. Nossa intenção é puxar tudo isso e levantar cada vez mais os artistas do Nordeste", destacou Rod Bala.

Rod Bala confessou ainda que não deixará de produzir repertório de novos artistas pelo trabalho com o selo musical que criou. "Não vou deixar de trabalhar com ninguém. A nossa intenção é crescer e quem sabe ter o Wesley de sócio futuramente".

 



Assuntos Relacionados