TRE-CE mantém cassação do prefeito de Coreaú e município terá nova eleição; veja outras cidades

Corte eleitoral negou recurso do prefeito e manteve a decisão. Presidente da Câmara asssume o município

TRE Ceará
Legenda: Os gestores ficam inelegíveis por oito anos, conforme a decisão do Tribunal Regional Eleitoral
Foto: Reprodução

A população de Coreaú, na região Norte do Estado, terá mesmo de voltar às urnas provavelmente ainda neste ano para escolher novo prefeito. O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, que havia cassado o mandato do prefeito em dezembro do ano passado, confirmou a sentença ao negar recurso da defesa do prefeito Edézio Sitonio (PDT) e da vice Erika Frota.

Assume o comando do município, interinamente, o atual presidente da Câmara Municipal Antônio Anastácio, o “Caburé”.

Coreaú passa a ser, assim, o sétimo município cearense a enfrentar novas eleições depois que os gestores eleitos no pleito de 2020 acabaram sendo cassados por problemas na Justiça Eleitoral.

O prefeito da cidade foi cassado por abuso de poder econômico e compra de votos, na compreensão da Justiça Eleitoral. Na sessão de quinta-feira (28), o TRE-CE julgou improcedente os embargos apresentados pelo gestor.

Ele agora poderá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, mas já será afastado do cargo e as novas eleições começam a ser preparadas pelo TRE-CE. Também foi cassado o vereador do Município Francisco Antônio Menezes Cristino.

Entenda o caso

Na decisão de primeira instância que cassou os três, o juiz eleitoral da 64ª Zona Eleitoral, Guido de Freitas Bezerra, julgou procedentes as denúncias do MPE que apontam que os gestores e o parlamentar realizaram compra de votos e cometeram abuso de poder econômico.

Além da cassação do diploma, prefeito e vice-prefeita tiveram todos os votos recebidos no pleito de 2020 invalidados, além de ficarem inelegíveis por oito anos.

O TRE-ce, após recurso do prefeito, confirmou a decisão do magistrado.

Novas eleições

Até o momento, os seguintes municípios cearenses já voltaram às urnas para escolher prefeitos em eleições suplementares em virtude da cassação dos gestores eleitos em 2020:

  • Martinópole
  • Missão Velha
  • Pedra Branca
  • Jaguaruana
  • Viçosa do Ceará
  • Barro

Coreaú é o primeiro município que tem eleições suplementares confirmadas em 2022. As datas estabelecidas pelo calendário eleitoral são 15 de maio, 5 de junho, 27 de novembro e 11 de dezembro.